ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUINTA  22    CAMPO GRANDE 31º

Capital

Prefeitura faz parceria com Exército para ceder barracas a moradores do Mandela

Algumas famílias não querem deixar o local e município criou opções para não deixá-los desabrigados

Por Gabriela Couto e Geniffer Valeriano | 16/11/2023 17:20
Prefeitura de Campo Grande, Adriane Lopes (PP) em coletiva de imprensa após reunião com secretários (Foto: Juliano Almeida)
Prefeitura de Campo Grande, Adriane Lopes (PP) em coletiva de imprensa após reunião com secretários (Foto: Juliano Almeida)

A Prefeitura de Campo Grande irá acolher parte das famílias que moravam em barracos na favela do Mandela. Metade das 187 casas improvisadas com lona, papelão e madeira foram queimadas na manhã desta quinta-feira (16).

Após reunião com os secretários municipais, a prefeita Adriane Lopes (PP) informou que irá acolher de maneira improvisada as 43 famílias que aceitaram abrigo no Espaço Cultural Multiúso João Renato Pereira Guedes, que fica dentro do Cras (Centro de Referência da Assistência Social) Estrela do Sul.

Elas ficarão alojadas o tempo que for preciso. Se houver interesse de mais pessoas, excedendo o número, serão remanejadas para a Escola Municipal Camélia. Não foi informado como ficará a situação das aulas no local.

Também foi firmada uma parceria com o Exército que irá disponibilizar 25 barracas para famílias que não quiseram deixar o local. Não foi explicado quando as barracas serão entregues para a comunidade.

Eles serão mantidos com água e comida pela atual gestão. “Teremos água e comida suficiente para alimentar todos por dez dias”. No Mandela ainda permanecem equipes da Defesa Civil e da Guarda Civil Metropolitana para “acalmar os ânimos e ir orientando a população”, acrescentou a prefeita.

A chefe do Executivo informou que das famílias vítimas do incêndio, 100 já estavam em processo de espera de moradia popular e as demais que não tinham se cadastrado vão entrar na fila a partir de agora.

(Colaborou Natália Olliver)

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias