A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Janeiro de 2018

20/09/2013 14:27

Prefeitura paga R$ 10 milhões e empresa retoma coleta de lixo hoje

Lidiane Kober
Sacos de lixo ficaram amontoados nas ruas e avenidas da Capital (Foto: Cleber GelliO)Sacos de lixo ficaram amontoados nas ruas e avenidas da Capital (Foto: Cleber GelliO)

A Prefeitura de Campo Grande pagou metade da dívida com a CG Solurb e a coleta de lixo será retomada ainda nesta sexta-feira (20). Segundo o superintendente da empresa, Élcio Terra, foram depositados cerca de R$ 10 milhões referentes aos meses de maio e junho.

Após a paralisação do serviço determinado às 15h de quinta-feira (19), o titular da Seintrha (Secretaria de Infraestrutura, Transporte e Habitação), Semy Ferraz, procurou, na manhã de hoje, o empresário e anunciou o depósito do pagamento na noite anterior.

“A prefeitura também se comprometeu a regularizar o restante da dívida nos próximos dias”, informou o superintende da Solubr. Ainda resta quitar os meses de julho e agosto, totalizando débito de pouco mais de R$ 10 milhões.

Apesar da paralisação de ontem, o cronograma será mantido e a expectativa da empresa é normalizar o serviço na próxima frequência. “Como em alguns bairros a coleta não é diária, os caminhões seguirão os cronograma normal”, disse Élcio.

Por dia, 39 veículos circulam pela cidade para recolher em torno de 750 toneladas de lixo nas ruas de Campo Grande. São 350 trabalhadores, que atuam diariamente em dois turnos.

Atrasos constantes - Segundo o advogado da CG Solurb, Ary Raghiant Neto, nos nove meses da gestão do prefeito Alcides Bernal (PP), a empresa sempre recebeu atrasado. “Para colocar o caminhão na rua tem que pagar a parcela do veículo, o salário do motorista, o combustível”, frisou. Parte da frota de 39 caminhões é financiada.

Para manter o serviço até agora e o pagamento dos servidores, os proprietário tiveram que recorrer a capital próprio e empréstimos bancários. “Estamos falando de R$ 20 milhões. Não é retaliação contra a prefeitura”, comentou o advogado.

Antes de paralisar a coleta, a Solurb informou à Agereg (Agência de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Campo Grande) que o serviço seria suspenso. Conforme Raghiant, a Lei de Licitações e o contrato preveem suspensão de serviço em caso de mais de 90 dias de atraso no pagamento.



Esse "poop", tanto da gestão anterior quanto da atual, nem dá vontade de comentar aqui.
 
Diego Silva em 20/09/2013 21:30:23
os políticos estão preocupados com o poder, como entrou alguém que não distribui poder da nisso ai, ataque todos os dias, nada de resolver os problemas do municipio , nos estamos cansados de vocês, na próxima eleição vamos preparar um movimento contra os políticos velhos milhonarios que só querem poder, esqueceram nossa linda e rica cidade "Campo Grande" capital do Pantanal, do povo pobre que morre nesse transito maluco, nos hospitais, dentro de casa, a politica no Brasil é uma "vergonha", menssaleiros soltos fazendo festa, milhonarios com dinheiro do povo, nao tenho mais palavras, a unica coisa que me orgulha de ser brasileiro é o 'futebol' que é magico e lindo de se ver......
 
everton targino em 20/09/2013 19:59:12
põe ruim nisso. é péssimo.

 
itamar barbosa de almeida em 20/09/2013 18:41:40
NOSSO PREFEITO PARECE SANFONA...SO VAI NO COLO...
OH HOMEM RUIM DE ADMINISTRACAO....
 
gustavo passos em 20/09/2013 15:54:45
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions