A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

07/11/2017 10:42

Prefeitura quer tirar taxa de limpeza do IPTU e cobrar na conta de água

Ricardo Campos Jr. e Mayara Bueno
Secretário municipal de finanças Pedrossian Neto (Foto: Alcides Neto / arquivo)Secretário municipal de finanças Pedrossian Neto (Foto: Alcides Neto / arquivo)

A Prefeitura de Campo Grande quer tirar do IPTU a taxa de limpeza embutida no tributo e passar a cobrá-la nas contas de água, transformando-a em uma contribuição para a coleta de lixo. A ideia foi apresentada à Câmara Municipal nesta terça-feira (7) pelo secretários de Finanças, Pedrossian Neto; e de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano, José Marcos da Fonseca.

O vereador João Rocha (PSDB), presidente do Legislativo Municipal, disse ao Campo Grande News que a proposta ainda será formatada antes de virar projeto de lei. Segundo ele, ainda faltam alguns detalhes a serem pensados, como por exemplo a situação de quem é isento do imposto.

Ele deixa claro, porém, que não se trata de uma nova cobrança, mas uma mudança na forma de recolher a verba. Além disso, essa alteração faria a Capital se encaixar melhor na Lei de Resíduos Sólidos.

A ideia do município é dividir a taxa para que os usuários paguem um pouco a cada mês para não pesar no bolso. Além disso, seriam criados valores diferentes conforme a quantidade de resíduos gerados. “Quem produz mais, paga mais. Quem produz menos, paga menos. Além disso, deve ser estabelecida média conforme a região”, afirma o parlamentar.

Segundo ele, a conversa sobre a alteração ainda está no início. Amanhã haverá uma reunião entre vereadores e técnicos da prefeitura para formatar o projeto.

Pedrossian Neto e Marco Antônio Fonseca deixaram o encontro, feito a portas fechadas, sem conversar com a imprensa sobre o assunto.

Prefeitura quer criar taxa para cobrar pela coleta do lixo na Capital
A Prefeitura de Campo Grande estuda criar uma taxa do lixo a ser cobrada dos hospitais e grandes geradores de resíduos sólidos. O objetivo é reduzir ...
Juiz nega liminar e extingue ação contra reajuste na taxa de limpeza
Foi extinta, na quarta-feira (29), a ação popular que pedia suspensão do reajuste da taxa de coleta de lixo e limpeza pública e solicitava a reemissã...
Juiz anula cobrança e manda prefeitura devolver taxa de lixo de cinco anos
Mais um moradora de Campo Grande conseguiu, na Justiça, decisão para suspender a cobrança de taxa de limpeza pública. Além de considerar a cobrança i...


absurdo, prefeito mudando tarifa social dos idosos e pessoas carentes e relação a agua , agora cobrar taxa de limpeza na conta de água , sendo que a limpeza so é feita em bairros bons e centro .bairros pobres tem lixo entrando dentro das casas injusto isso com as pessoas . vai tapar buracos que é bem melhor e vai ganhar mais votos para a reeleição
sinceramente votei no marquinhos mais ele ta meio perdido em campo grande ainda acorda querido .
 
Denize Peixoto em 07/11/2017 16:31:47
Que limpeza? Qual limpeza cara pálida? Se as calçadas são uma vergonha, intransitáveis, onde o matagal toma conta. E as praças ? As praças então estão abandonadas há anos, é só dar uma passadinha no Jardim São Bento e a reportagem vai ter matéria para o resto do ano!
 
Barbarossa em 07/11/2017 15:54:36
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions