A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

13/11/2015 09:49

Preso acusado de mandar matar ex da esposa responde a 21 crimes

Filipe Prado
A vítima foi encurralada e cinco tiros foram disparados contra ela (Foto: Reprodução/Vídeo)A vítima foi encurralada e cinco tiros foram disparados contra ela (Foto: Reprodução/Vídeo)

O presidiário Sandro Serafim Natal, 37 anos, acusado de mandar matar o padeiro José Adriano Costa Sales, 36, na noite de quarta-feira (11) no Portal Caiobá II, possui pelo menos 21 passagens pela polícia. A atual companheira do acusado, Stephani Anastácio Alves, 22, auxiliou no crime, por conta de uma suposta agressão sofrida.

As passagens são as mais variadas. De acordo com a assessoria de comunicação da Polícia Civil, Sandro, que está preso no Presídio de Segurança Máxima da Capital, já foi autuado por ameaça, lesão corporal, violência doméstica, receptação, desacato, porte ilegal e disparo de arma de fogo, tráfico de drogas, roubo e tentativa de homicídio, além de outros delitos menores.

Sandro foi o mandante do crime que ocorreu na terça-feira. O delegado Hoffman D’avila, plantonista da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Bairro Piratininga, relatou que Stephani e José possuem um filho, mas a criança fica aos cuidados da mãe. A atual esposa da vítima afirmou que a mulher não trata bem o filho, por isso os dois sempre brigam.

O crime foi motivado por conta de um desses desentendimentos. José foi até a casa da ex-mulher para tirar satisfações sobre o cuidado com o filho, então começaram a discutir, momento que, segundo Stephani, José deferiu um pontapé contra ela, causando-lhe machucados.

Ela foi até o presídio e contou a situação para o marido. Na noite de ontem, o rapaz conhecido como "Doido" procurou a mulher, a mando de Sandro, e os dois foram até a casa do ex-marido para ela mostrar quem era José Adriano e onde ele morava. Horas depois, segundo a ex-mulher, eles voltaram ao local com a moto dela, acompanhado de outra pessoa, não identificada, e encontrou Adriano em uma conveniência do bairro. Onde disparou cinco tiros a queima roupa.

Conforme o vídeo, o carona encurralou a vítima e, a queima roupa, disparou cinco vezes contra o padeiro, sendo que quatro atingiram a José, porque a arma falhou. Antes de ir embora, o rapaz desferiu vários chutes contra ele, o deixando desacordado.

O SIG (Setor de investigações gerais) está investigando a localização dos foragidos. José Adriano Costa Sales passou por uma cirurgia na manhã de ontem (12), continua internado na Santa Casa e não corre mais risco de morte.

Vejo o vídeo:

Abstenção em concurso da Câmara Municipal da Capital passa dos 30%
O domingo (17) foi de provas para milhares de campo-grandenses, tanto na manhã como no período da tarde, no concurso da Câmara Municipal, que segundo...
Com forte dores, mulher reclama de falta de atendimento em UPA
Mesmo apresentando fortes dores e inchaço na região do estômago, sem conseguir comer a três dias, uma mulher que procurou atendimento na UPA (Unidade...
Problema rotineiro, chuva causa alagamentos no bairro Cidade Morena
A chuva que atingiu Campo Grande no fim da tarde deste domingo (17) causou vários problemas à população, desde alagamentos a problemas estruturais em...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions