A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 25 de Setembro de 2018

01/11/2017 12:42

Prisão de pai por estupro de filhas e sobrinha causa horror entre vizinhos

Suspeito foi preso após abusar da sobrinha de 12 anos e confessou os crimes

Geisy Garnes e Viviane Oliveira
A família mora do Jardim Carioca  (Viviane Oliveira)A família mora do Jardim Carioca (Viviane Oliveira)

A notícia do estupro de três meninas, duas irmãs e um prima, no Jardim Carioca deixou vizinhos da família horrorizados. Habituados a conviver com as garotas, os moradores da região alegaram ao Campo Grande News que o autor do crime, de 49 anos, era conhecido como “safado e ignorante”, mas que não despertava suspeitas.

O homem foi preso na noite desta terça-feira (31), por abusar da sobrinha de 12 anos. Foi a filha do suspeito, uma jovem de 19 anos, quem flagrou o crime ao entrar na cozinha e ver pai passando a mão nas partes íntimas da criança. Diante do estupro da prima, a jovem criou coragem e contou à polícia que foi vítima do homem durante 7 anos.

Do mesmo jeito, a filha mais nova do suspeito, de 13 anos, também contou ser vítima do pai e afirmou que assim como a irmã, teria perdido a virgindade com ele. Para os vizinhos, o crime foi recebido com surpresa e horror. “A gente não imaginava que ele mexia com as crianças, principalmente as filhas e a sobrinha. Que ele era safado e ignorante todo mundo sabia”, contou uma das moradoras, que preferiu não se identificar.

Para a reportagem, duas vizinhas, de 25 e 32 anos, lembraram que o suspeito mantinha duas famílias e tem pelo menos 10 filhos. No Jardim Carioca ele vivia com a mulher, a filha de 13 anos e os dois filhos, de 12 e 14 anos.

Testemunhas afirmaram que a jovem de 19 anos não morava mais com a família, mas visitava todos os dias a madrasta, responsável pela criação dela e da irmã, filhas de outro casamento do suspeito. Foi em uma dessas visitas que ela descobriu os crime contra a prima e denunciou o caso a mãe da menina, que em seguida chamou a polícia.

“A filha mais velha tinha uma grande revolta com o pai, mas não sabíamos o porquê. Descobrimos ontem”, lamentou uma das moradoras. Para as vizinhas, a madrasta e tia das vítimas contou que não sabia de nada. Era ela a responsável por sustentar a casa e por isso passava a maior parte do tempo trabalhando.

Depois do crime, o que fica é o medo do autor ter feito outras vítimas. Por conta dos filhos, a casa em que morava vivia cheia de crianças e a preocupação dos moradores e de que os abusos tenham acontecido com amigos das meninas.

O autor chegou a fugir para a casa de um cunhado, na Rua Bueno, no Jardim Aero Rancho, onde foi preso. Segundo o delegado Paulo Sérgio Lauretto, em depoimento à Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente), o suspeito confessou o estupro das duas filhas e da sobrinha.

As meninas contaram à polícia que eram ameaçadas pelo pai caso contassem sobre os estupros e que ainda obrigava elas a assistir filmes pornográficos.



conhecido como “safado e ignorante” e ninguém desconfiou de nada? queriam o que a palavra ABUSADOR tatuado na testa dele?
 
Alex André de Souza em 03/11/2017 11:32:43
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions