A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 24 de Janeiro de 2018

16/01/2014 10:13

Projeto não consegue preencher vagas e inscrições para creches são prorrogadas

Viviane Oliveira
As inscrições, que terminariam hoje, foram prorrogadas. (Foto: Marcos Erminio) As inscrições, que terminariam hoje, foram prorrogadas. (Foto: Marcos Erminio)

Foram prorrogadas as inscrições para o Projeto Brincando nas Férias, que terá inicio nesta quinta-feira (16), em alguns Ceinfs de Campo Grande. O projeto tem vagas para duas mil crianças. A SAS (Secretaria Municipal de Assistência Social) não sabe quantas vagas foram preenchidas, apenas que não atingiu a meta esperada.

Ontem (15), que era para ter sido o último dia de matriculas, a reportagem percorreu dois Ceinfs durante a manhã e em todos eles o movimento de matriculas estava fraco.

O projeto visa oferecer às famílias uma alternativa durante o período de férias, já que muitos trabalham e não têm com quem deixar os pequenos. As atividades recreativas vão até o dia 31 de janeiro. 

Para participar do Brincando nas Férias os pais precisam comprovar vínculo empregatício por meio de declaração ou a própria carteira de trabalho. Além disso, os documentos pessoais como RG, CPF, comprovante de residência e a certidão de nascimento das crianças também são necessárias.

Ao todo o projeto da SAS (Secretaria Municipal de Assistência Social) vai funcionar em alguns Ceinfs das sete regiões da cidade. Esses postos também irão atender crianças das regiões próximas matriculadas em outros Ceinfs.

Região do Imbirussú: Ceinf Lafayete Câmara e Ceinf Odete Trindade.
Região do Prosa: Ceinf Novos Estados.
Região do Bandeira: Ceinf Maria Oliveira e Ceinf Lili Fernandes.
Região do Lagoa: Ceinf Cláudio Marcos Macini.
Região do Segredo: Ceinf Adriana Nogueira.
Região do Centro: Cenf Lucia Ângela.
Região do Anhanduizinho: Ceinf Ramza Bedoglin, Aero, vila Nha Nha, Engenheiro Vlademir e Ceinf Professor Edison Queiroz. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones 3314-9889 e 3314-4476.

Capital já tem 60,02% do eleitorado com cadastro biométrico realizado
Dos 606.409 eleitores atuais de Campo Grande, 363.991 já compareceram a um dos postos de atendimentos da Justiça Eleitoral e realizam o cadastro biom...
Campo Grande recebe em maio workshop sobre emergências e desastres
Campo Grande sediará em maio o 1º Workshop Internacional de Emergências e Desastres, evento que será realizado na Uniderp, em parceria com o Centro A...


Eu preciso, mais nenhum Ceinf próximo da minha casa está tendo essa ação. Logo, não tenho como só deixar e não ter como ir buscar . Gostei muito da iniciativa, porém, deveria ser em um Ceinf pelo menos de cada bairro.
 
Talita Pereira em 16/01/2014 12:50:24
Enquanto esses projetos não derem mais alguma "bolsa miséria", ninguém vai! Depois querem reclamar da falta de "serviços"! Melhor uma criança na rua do que na escola, pelo visto! Pacabá!
 
Ricardo Boretti em 16/01/2014 11:42:59
Essa projeto tinha que ter sido organizado com antecedência, pq tá tudo meio confuso no Ceinf lILI fernades da Cunha no Bairro Jardim Moema tá uma bagunça as recreadoras que esta lá não são da unidade são de foras estão totalmente perdidas, as crianças estão sem mamadeiras para tomar leite e até mesmo sem Papel higiênico para limpar os nariz dos alunos, e pra completar não existe nenhuma pessoa responsável na unidade tá uma verdadeira bagunça todo mundo perdido. Esses projetos tem de ser bem organizado para que não acabe sendo esse caos que esta.
 
DAYANE CRISTINE GARBELINE em 16/01/2014 11:16:07
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions