A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

18/03/2016 16:55

Protesto pró-PT reúne 250 e direciona mensagens contra a Rede Globo

Waldemar Gonçalves e Viviane Oliveira
Manifestantes na rua lateral da sede da TV Morena, em Campo Grande (Foto: Alan Nantes)Manifestantes na rua lateral da sede da TV Morena, em Campo Grande (Foto: Alan Nantes)
Pessoal também protesta na esquina com a Avenida Zahran (Foto: Alan Nantes)Pessoal também protesta na esquina com a Avenida Zahran (Foto: Alan Nantes)

“A verdade é dura, a Rede Globo apoiou a ditadura” e “não engana mais, a Rede Globo quer vender a Petrobras” são alguns dos gritos de ordem proferidos em protesto pró-PT, na tarde desta sexta-feira (18), na rua lateral da sede da TV Morena, em Campo Grande. A Polícia Militar fez estimativa de 250 participantes e, segundo organizadores, há manifestantes vindos da Capital e de municípios como Porto Murtinho, Miranda, Aquidauana e Amambai, com expectativa de chegar a 2 mil pessoas.

Um dos que participam do ato é o próprio presidente regional do Partido dos Trabalhadores, Antônio Carlos Biffi. Ele comentou que, após a divulgação de conteúdo de interceptações feitas, com autorização judicial, de conversas telefônicas entre os dois, a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula estão no centro da crise política.

Com isso, avalia Biffi, a delação premiada do senador Delcídio do Amaral, que até o começo desta semana era do PT, mas pediu desfiliação, “perdeu força”. O parlamentar, entre outras coisas, denuncia que as principais lideranças petistas agiam diretamente para atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato.

Biffi também falou que a nomeação de Lula como ministro-chefe da Casa Civil, esta semana, deve-se ao fato de Dilma não ter articulação política. Este papel poderá, ainda conforme o líder regional petista, acrescentar este fator à gestão petista.

Quanto ao protesto, a Polícia Militar providenciou um acesso, feito com grades e faixas, ao estacionamento da TV Morena, afiliada regional da Rede Globo. O tenente-coronel PM Emerson de Almeida Vicente explica que, antes da manifestação, conversou com organizadores de forma a evitar depredações e garantir ato pacífico.

O carro de som foi colocado de forma a evitar que o público fique de costas para a Avenida Zahran. Seria para evitar, conforme a PM, que os manifestantes sejam agredidos por quem passa pela via.

Entre os manifestantes, há vários cartazes contrários à Rede Globo e a políticos do PSDB. “Moro, prende os tucanos”, traz a mensagem em um deles.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions