ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, SEXTA  19    CAMPO GRANDE 27º

Capital

Pela 4ª vez em apenas dois meses, Santa Casa fica sem energia

Maior hospital do Estado está sem luz desde às 7h30; gestão alega que precisa de R$ 5 milhões para trocar rede

Por Gabriela Couto | 02/03/2024 12:12
Corredor da Santa Casa no escuro, na manha deste sábado (2) (Foto: Direto das Ruas)
Corredor da Santa Casa no escuro, na manha deste sábado (2) (Foto: Direto das Ruas)

Santa Casa de Campo Grande amanheceu no escuro neste sábado (2). Desde às 7h30 o maior hospital de Mato Grosso do Sul sofreu um apagão. Esta é a quarta vez que a situação acontece neste ano. Em janeiro, o prédio registrou três desligamentos seguidos.

O problema crônico da rede elétrica da unidade é alvo de uma ação civil pública instaurada pelo MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul).

Em dezembro do ano passado, a Santa Casa de Campo Grande apresentou três planilhas à Justiça apontando valores que somam R$ 7,3 milhões em intervenções necessárias.

Uma das planilhas apresentadas tem o valor de R$ 3,7 milhões em serviços para intervenções para aperfeiçoar as instalações elétricas do hospital, incluindo aquisição de dois gerados, ao valor de R$ 618 mil cada. O trabalho inclui tubulação subterrânea, passagem de cabos e aquisição de material. São sete páginas de especificações. A data do documento é de novembro de 2020.

Um segundo documento trata das ações necessárias para proteção contra descargas atmosféricas, estimadas em R$ 1,3 milhão. O orçamento prevê necessidade de investir R$ 742 mil em materiais e traz a descrição das intervenções necessárias em cada setor, como centro cirúrgico, Prontomed e hemodiálise.

A instituição não apresentou problemas recentes em relação aos incêndios, mas em cerca de 30 dias enfrentou três apagões, situação que só não trouxe problemas maiores porque há geradores para garantir os cuidados de pacientes mais graves.

A reportagem tentou contato com a assessoria de imprensa da Santa Casa, que alegou um desligamento programado. A administração afirmou ter avisado os usuários do hospital e suspendeu as visitas. Confira a nota abaixo.

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

A Energisa também confirmou a informação. "Trata-se de desligamento programado solicitado pela própria Santa Casa. A previsão é de que o serviço aconteça até 13h30, podendo postergar", informou a assessoria de imprensa da concessionária.

*****Matéria alterada às 12h42 para acréscimo de resposta.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias