ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, TERÇA  20    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Rapaz que matou comerciante após discussão é ouvido pela polícia e liberado

Crime ocorreu na madrugada de ontem (21); autor não explicou o motivo da briga

Por Kerolyn Araújo e Liniker Ribeiro | 22/09/2020 17:10
Com casaco de capuz, assassino deixou a delegacia após prestar depoimento. (Foto: Liniker Ribeiro)
Com casaco de capuz, assassino deixou a delegacia após prestar depoimento. (Foto: Liniker Ribeiro)


Rapaz, de 20 anos, levado para a 7ª Delegacia de Polícia Civil no início da tarde desta terça-feira (22), após assumir o assassinato do comerciante Eudes Fonseca Vieira, 54 anos, foi ouvido e liberado. Ele foi identificado como Luiz Henrique.

Segundo o delegado Dmitri Erik Palermo, em depoimento o rapaz assumiu a autoria do crime e contou que atirou contra Eudes após ter sido agredido e ameaçado com uma arma.

Luiz Henrique detalhou que foi até a conveniência, localizada na Rua Eugênio Peron, no Bairro Zé Pereira, por volta das 2h de ontem (21). Sem revelar o motivo, o assassino contou que teve uma discussão com a vítima e que foi agredido com um soco. O comerciante ainda teria sacado uma arma.

O autor deixou a conveniência, foi para casa, pegou uma arma artesanal e retornou ao comércio, chamando pela vítima. Eudes teria novamente sacado a arma contra o autor, que disparou contra a vítima.

De acordo com o depoimento, após atirar contra o comerciante, Luiz Henrique fugiu e jogou a arma num terreno na Rua Sagarana. "Ele não justificou o motivo da briga, só falou que a vítima não gostava dele e sempre tratava mal", disse o delegado.

Equipes de investigação da delegacia estão fazendo buscas pela arma utilizada por Luiz Henrique e também pela suposta arma da vítima. "Estamos aguardando laudos periciais e vamos ouvir testemunhas para tentar entender melhor a situação", explicou Palermo.

O autor, que estava em prisão domiciliar, foi localizado na casa da mãe, no Bairro Tiradentes. Após prestar depoimento, Luiz Henrique foi liberado porque já havia passado o período de flagrante. Ele já tem passagem pela polícia por tráfico de drogas.


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário