ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, QUINTA  18    CAMPO GRANDE 24º

Capital

Rendida por homens armados com canivete, grávida é estuprada em casa no Centro

Vítima foi obrigada a ter relação sexual com os dois suspeitos; um deles foi preso pela Polícia Militar

Por Bruna Marques e Ana Beatriz Rodrigues | 25/02/2024 08:03
Casa onde mulher foi levada por dupla para ser estuprada (Foto: Paulo Francis)
Casa onde mulher foi levada por dupla para ser estuprada (Foto: Paulo Francis)

Grávida de 36 anos, que vive em situação de rua, foi estuprada e ameaçada por homens armados com canivete, na noite de sexta-feira (23), na região central de Campo Grande. O boletim de ocorrência só foi registrado neste sábado, após a vítima conseguir fugir da casa para onde foi levada pelos suspeitos.

Conforme relatado pela vítima, na noite de sexta-feira, por volta das 20h, ela estava em frente a Praça Ary Coelho, no Centro da Capital, momento em que foi abordada por dois homens, armados com canivete, que anunciariam um assalto e pegaram seu celular. Sob ameaça, a mulher foi levada para uma casa na Rua Professor Severino Ramos de Queiroz e no local, passou a ser estuprada pelos suspeitos.

Segundo a mulher, quando chegaram na casa, os suspeitos a mandaram pular o muro. A vítima revelou que estava grávida e não ia conseguir, o suspeito insistiu dizendo “pula se não te furo”. Dentro da residência, o homem mandou que ela deitasse e abrisse as pernas.

Apavorada, a moça pediu para que ele não a machucasse e que usasse preservativo. O homem concordou e passou a ter relação sexual com a mulher. Na sequência, ele chamou seu comparsa, que sem usar camisinha também passou a estuprá-la.

A vítima dormiu e só no sábado de manhã, em um momento de distração do suspeito, conseguiu correr e pedir ajuda na rua. Ela estava pelada e foi socorrida por uma mulher que acionou a Polícia Militar.

Uma equipe da polícia foi até a casa onde o crime ocorreu e encontrou um dos suspeitos, 29 anos, no local. Questionado sobre os fatos, o homem disse que encontrou a vítima na rua e que ela pediu para dormir em sua casa. No local passaram a beber e que ela a chamou para fazer sexo e que a relação foi consentida.

Os dois foram encaminhados até a Deam (Delegacia de Atendimento à Mulher). O segundo suspeito não foi localizado até o momento.

A vítima está grávida de 2 meses. Ela foi socorrida até o UPA (Unidade de Pronto Atendimento Comunitário) Vila Almeida, com arranhões no peito e braço. Além disso, reclamava de dores nas partes intimas.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias