A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

05/07/2011 11:28

Samu e Bombeiros abrem sindicância sobre episódio policial

Nadyenka Castro

Militar deu voz de prisão a médica

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e o Corpo de Bombeiros abriram sindicância para apurar a conduta de seus representantes no episódio ocorrido na noite do dia 22 de junho, em Campo Grande, que terminou com uma médica presa por um sargento.

Os dois órgãos têm prazo de 30 dias para concluir os procedimentos onde serão verificados se os envolvidos agiram de forma correta no caso que começou por volta das 23 horas durante atendimento a uma vítima de acidente de trânsito ocorrido na avenida Eduardo Elias Zahran, Jardim Paulista.

O Corpo de Bombeiros e o Samu foram chamados para atender à ocorrência. Os militares chegaram primeiro e começaram a socorrer o motociclista que havia colidido em um carro.

De acordo com boletim de ocorrência, quando o Samu chegou, a médica disse que o serviço havia sido acionado para o local e pediu para que os militares saíssem de lá.

Conforme relatado à Polícia Civil, pelo sargento do Corpo de Bombeiros que deu voz de prisão a ela, a profissional falou que eles não entendiam nada e os empurrou.

O Samu então transportou a vítima para a Santa Casa e ao fim de todo o procedimento o sargento deu voz de prisão à médica por desacato e resistência à prisão.

Coordenador do Samu, o médico Mauro de Britto Ribeiro, diz que a profissional falou ao militar que ela iria atender à vítima e o bombeiro respondeu que o atendimento já estava sendo feito e que não era necessária a intervenção dela.

Mauro Ribeiro conta ainda que houve uma breve discussão entre o sargento e a médica sobre quem era autoridade naquele momento. O Samu então transportou o ferido e do hospital os envolvidos foram parar na delegacia de Polícia Civil.

Para o coordenador do Samu, o fato “foi um fato isolado” de discórdia entre as instituições. “Foi um problema pontual”, afirma.

O comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Ociel Ortiz, diz que o sargento relatou que “foi desacatado e desrespeitado”. “Ela o chamou de incompetente. É o que ele diz. É o que consta no relatório dele”.

Segundo Ociel, serão ouvidas no procedimento administrativo testemunhas do caso, a médica e também o militar. A sindicância é presidida por um oficial.

Confundido com ladrão, homem causa acidente e acaba agredido
Flávio Guimarães Fernandes, 39 anos, foi confundido com ladrão e agredido por moradores após se envolver em acidente. O caso aconteceu na madrugada d...
Sesau e SES recolhem quase 10 toneladas de lixo no Jardim Noroeste
A ação de recolhimento de lixo realizada em casas e terrenos baldios no Jardim Noroeste - bairro localizado na regiões leste de Campo Grande - somou ...
Apae recebe doação de brinquedos da campanha Compartilhe o Natal
Foi iniciado nesta segunda-feira (11) a entrega de brinquedos arrecadados na campanha "Compartilhe o Natal", realizado pelo Ministério Público Estadu...


Primeiramente... Atendimento pré-hospitalar é a ESPECIALIDADE dos bombeiros do Mato Grosso do Sul, pra quem não sabe, quem desenvolveu e colocou em pratica a técnica mais utilizada no BRASIL em atendimento pré-hospitalar a "Elevação a Cavaleira" foram os bombeiros do nosso Estado. Um Sargento não tem "um ano de acadêmia" como o cidadão "Joao Francisco" falou; ele tem o curso de Soldado, de Cabo e o do de Sargento sem contar toda a experiência que é adquirida na rua, que é no minimo de 12 anos para ser capacitado a se formar em Sargento. Os bombeiros tem uma autoridade policial equiparada com a da própria polícia militar e todos sabem as consequências de se executar uma voz de prisão. Os médicos tem sim um capacidade acima dos bombeiros devido a sua formação porém, mesmo atuando na área de saúde cada um tem sua atribuição e esta deve ser respeitada, a partir do momento em que um médico ou qualquer outro profissional invade a área do bombeiros desrepeitando-o o mesmo deve sim ser repreendido e dependo do caso até mesmo sendo preso.
 
André Luiz Leite Cirilo em 09/07/2011 04:11:26
Acho que foi uma situação desnecessária, bastava o Samu ter respeitado os militares que já estavam no local, o Corpo de Bombeiros e o Samu são organizações respeitáveis e deviam trabalhar em sintonia, sem haver competição. Essa médica não podia ter desacatado o Sargento, já que o atendimento que a vítima necessitava estava sendo feito, essa atitude apenas demonstrou sua falta de ética como profissional e repercutiu negativamente para o Samu.
 
Arielly Siqueira em 08/07/2011 09:33:42
Querida Tatiana Silva, infelizmente no mundo de hoje temos que conviver com pessoas ignorantes que nem você, se instrua melhor antes de criticar alguém, o fato ocorrido foi lastimável, demonstra que as duas corporações estão trabalhando em prol do cidadão e dever haver uma prioridade de atendimento no caso em que chegam as duas instituições, eu mesmo já vi várias ocorrências de Bombeiros e Samu juntos e creio que o fato ocorrido foi causado pela arrogância da médica, conforme já foi citado.
 
Carlos Bobaim Henrrique em 08/07/2011 08:02:16
Profissional é profissional, se houve o acidente e o serviço de emergência foi chamado, a policia não tinha nada que socorrer o acidentado, ja que os bombeiros e os medicos do SAMU são treinados para isso....
 
Kamilla Castro em 08/07/2011 07:48:38
Assiti tudo o que aconteceu, foi lastimável a covardia desse militar. Devemos deixar bem claro que o procedimento que estava sendo realizado era totalmente incorreto, colocando em risco lesão de coluna, sabem o que isso? Que dizer ficar para o resto da vida em cima de uma cama. Bombeiros por favor, se capacitem, treinem que sabe um dia vcs chegam lá!!!!!! Isso é lástimavel.
 
Tatiana Silva em 07/07/2011 09:48:06
Creio que um relatório de cada lado, era a conduta mais certa ser tomada. enquanto duas viaturas ficaram paradas para resolver problemas de cunho pessoal e de orgulho próprio, as ligações que chegavam tanto ao SAMU quanto aos Bombeiros, não podiam ser atendidas por falta de viaturas.
O SAMU não vai acabar, os Bombeiros também não, ambos são serviços essenciais à população, e falem mal ou falem bem, a população sempre vai precisar dos dois.
Então a população deve incentivar o trabalho em equipe das duas instituições.
e as instituições devem entender que são seres humanos, profissionais e que independente dessas picuinhas os serviços vão continuar a todo vapor, e olha que tem dias que são trabalhosos.
Todo mundo sabe que alcool mata mesmo assim é um dos negócios mais lucrativos do mundo!!
 
SANDRO ALISSON em 06/07/2011 10:05:48
Gente! Que absurdo! Na pesença de uma vítima de acidente, a autoridade maior é o médico. Os Bombeiros realizam realmente um maravilhoso trabalho há cerca de 20 anos, e alguns (É CLARO QUE NÃO TEM NADA A VER COM A CORPORAÇÃO!!) TÊM DIFICULDADES DE ENTENDER QUE AGORA EXISTE UM SERVIÇO COM MÉDICOS, ENFERMEIROS E TÉCNICOS QUALIFICADOS PARA FAZER O PRIMEIRO ATENDIMENTO EM VIA PÚBLICA. AS DUAS CORPORAÇÕES TÊM UMA MISSÃO MARAVILHOSA, MAS UM TEM QUE RESPEITAR O TRABALHO DO OUTRO!!! NÃ É PORQUE OS BOMBEIROS CHEGARAM PRIMEIRO, QUE O "PACIENTE" É DELES; QUEM TEM PACIENTE É O MÉDICO. OS MILITARES TÊM CURSO DE PRIMEIROS SOCORROS, MAS OS MÉDICOS E ENFERMEIROS SÃO PROFISSIONAIS DE SAÚDE. É ÓBVIO QUE DESCER DENTRO DE UM CÓRREGO, ENTRAR EM UM EDIFÍCIO EM CHAMAS OU NUM DESABAMENTO, É TRABALHO DOS BOMBEIROS, PRESTAR O PRIMEIRO ATENDIMENTO ATÉ A CHEGADA DE UMA EQUIPE MÉDICA É SUBLIME, MAS A PARTIR DO MOMENTO QUE HÁ PROFISSIONAIS ESPECIALIZADOS NO LOCAL, A RESPONSABILIDADE É DO MÉDICO. ESSE SARGENTO, COM CERTEZA EXTRAPOLOU SEUS DEVERES E SUA PSEUDO AUTORIDADE, ACREDITO SINCERAMENTE QUE O COMANDO GERAL DEVE INVESTIGAR BEM A "CAPIVARA" DO MESMO, POR QUE COM CERTEZA DEVE HAVER MAIS SITUAÇÕES DE ABUSOS COMO ESSA.
 
Laís Marcela Costa em 06/07/2011 08:58:17
Essa profissional ja tem varias historinhas sobre a arrogancia, inclusive com os proprios colegas medicos, o Corpo de Bombeiros e a instituicao mais respeitada e de maior confianca da populacao, esse SAMU comecou bem depois do Corpo de Bombeiros, ja vimos nos jornais varios erros desses profissionais medicos. Agora, o militar que se dedica a populacao 24 horas, atende com atencao e carinho, tem que deixar outro profissional que mal olha a vitima, o SAMU e uma doenca que esta atacando o servico de atendimento do Corpo de Bombeiros, tentando de todas as formas acabar com o servico de resgate, e quem e o maior prejudicado e o POVO, que paga seus impostos, assim pagando o salario do profissionais do SAMU, que deveriam atender melhor a populacao, liguem para o 192, a maioria das vezes eles falam para ligar para o bombeiros, fazem corpo mole, querem ficar incruados em seus alojamentos, enquanto isso no 193, indenpedente de hora e clima os soldados do fogo estao prontos para cumprirem com o seu juramento: "Vidas alheias e riquezas a salvar", mesmo como risco da propria vida, parabens valorosos guerreiros, que fazem de tudo para o bem da populacao, mesmo com os baixos salarios, nao ganham fortunas nos plantoes que sao de 24 horas e nao de 6 horas, infelizmente isso acontece bem na semana deles, infelizmente, que Deus os abencoe e guarde, valorosos Anjos. Gostaria muito de ser um de voces, mas nao consegui, sou profissional da saude, e sei bem como e essa classe medica.
PS. ao Campograndenews, publiquem, eles merecem. afinal ficou muito feio o que foi escrito no "JOGO ABERTO".
 
Paulo Afonso em 05/07/2011 12:49:17
gostaria muito que enzes de brigar bombeiros e mamu, fizesem oque eles fazem de melhor, que e salvar vidas. e deixar essa picuinha para la. um abraço.
 
izac luciano rogiano em 05/07/2011 12:47:21
Espero que tomem uma providencia, os médicos do SAMU precisam ser mais humildes, pois agem como se fossem Deuses, não sabem lidar com determinadas situações de stress e acabam sendo muito mal educados, com a população, e agora com os bombeiros, já passei por isso e achei muito ruim e como cidadão gostaria que eles fossem mais ageis no atendimento.
Existem ótimos profissionais, mas outros são péssimos, só estão no SAMU para melhorar seu ganho $$$$
 
João Rosin em 05/07/2011 12:44:45
Agiu errado a médica; já que quem chega primeiro nestes casos é quem atende a vitíma. Podendo a vitíma ser trasportada pela SAMU e acompanhada pela Médica. Certo agiu o Bombeiro, pois após o caso atendido, resolver a situação. E ao dar voz de prisão por desacato a autoridade alem é claro de chamar o bombeiro de incompetente. Deve-se respeitar os Homens valorosos como os bombeiros, pois eles são e muito competente pára prestar os primeiros socorros, e esta médica deve pelo menos ser mais educada e cordial com os colegas de profissão, embora um bombeiro não seja um especialista (médico), com certeza tem muito mais competencia, para o atendimento de 1º socorros que muitos médicos.
 
Roberto Motta em 05/07/2011 12:37:20
Engraçado, enquanto isso outras pessoas acidentadas esperando por socorro, e as instituições alegam "falta de viatura"... Vai entender.
 
Thiago Mendes em 05/07/2011 12:27:40
ja vi alguns abusos por partes de medicos.
ela tem que ser punida mesmo. mas o bombeiro nao prescisa fazer todo esse estardalhaço. era so fazer ocorrencia e mandar para frente.
fica a vitimaali assistindo toda essa ceninha.
e chamam isso de profissionais ,
me deus onde vamos parar
briguinha para ver que atende a ocorrencia
 
JULIO CESAR em 05/07/2011 11:55:12
No atendimento pré hospitalar o médico é o mais capacitado e formado para exercer o atendimento e o bombeiro tem um ano de acadêmia e serve e estar preparado para atender resgate e não deve questionar conduta médica do Samu.
 
Joao Francisco em 05/07/2011 10:40:13
prezados senhores (as)
o atendimento pré-hospitalar (APH) foi criado com a finalidade de prover as vitimas de TRAUMAS ou outros sinistros que o colocassem em risco de morte, os primeiros atendimentos para reduzir os riscos de óbitos e complicações mediatas e imediatas antes da vitima chegar a unidade hospitalar (encontraremos inclusive o conceito de HORA OURO no atendimento) desta forma com o passar dos anos este tipo de atendimento evoluiu com mais equipamentos e profissionais. e quanto mais qualificados estes, mais chances de qualidade no atendimento (sugiro a todos pesquisarem a história do APH no Brasil e no Mundo). em NENHUM PROTOCOLO CONHECIDO iremos encontrar existe EXCLUSIVIDADE no atendimento para quem chega primeiro. Mas encontraremos que quanto mais recursos materiais e humanos tivermos a disposição da vitima, estes devem ser usados. INFELIZMENTE o Brasil ao contrário de outros países que investem nesta área não permitiu a inserção destes profissionais num contexto único, desta forma cada um atende e acredita que sabe mais que os outros. uma vitima de trauma grave necessita de vários recursos num atendimento deste que vão deste do resgate (ex.:retirar a vitima das ferragens de um carro), controle de sangramentos e prevenção de choque ( repor liquidos de maneira imediata - soroterapia - procedimento invasivo), imobilização adequada (ex.: uso de pranchas colares e talas) e vários outros que serão realizados conforme a capacidade, treinamento, conhecimento de cada profissional, que somados permitem o salvamento da vitima. se analizarmos enquanto alguns países temos uma unificação dos serviços, inclusive com número único de socorro (911 nos USA por exemplo) aqui no Brasil temos 190, 193, 192, 191. obviamente que me refero aqui a uma maneira simplista, mas enquanto não buscarmos o aprimoramento cada vez mais técnico dos profissionais do APH para que todos entendam o seu CONTEXTO no atendimento emergenciaL E QUE ISTO NÃO É UMA COMPETIÇÃO DE QUEM ATENDE MELHOR ai sim evitaremos essas discussões. vale ressaltar que HUMILDADE nunca matou ninguem, porem a VAIDADE sim. sejamos profissionais sempre não importa aonde, quando e com quem. desejo sempre sucesso as equipes de bombeiros e do samu no seu dia a dia
 
MARCEL DOS SANTOS NOBRE em 05/07/2011 08:15:26
enquanto estao brigando para fazer o socorro esta otimo
 
douglas ribeiro em 05/07/2011 05:55:58
Senhores (as), eu tenho uma enorme admiração pelo CORPO DE BOMBEIROS MILITAR, uma instituição FANTASTICA, o caso que ocorreu foi com certeza uma sobre carga de serviço. Vamos lá pessoal do Bombeiros e Samu, apertem as mãos, vamos acabar com esta briguinha.
SAMU e BOMBEIROS vocês são "SHOW" "FANTATICOS". Vamos continuar prestando o maravilhoso serviço a população.
Sagento e Doutora, pedir perdão não doe.
Que Deus os abençoe.
 
Francisco de Araujo em 05/07/2011 01:40:18
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions