ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEXTA  19    CAMPO GRANDE 27º

Capital

Saúde investiga mortes de bebês de 1 ano por doenças respiratórias

A suspeita principal é de que os dois estivessem com SRAG (Síndrome Respiratória Aguda); laudo não foi emitido

Por Clara Farias | 17/05/2024 12:22
Movimentação de pacientes na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Universitário (Foto: Juliano Almeida)
Movimentação de pacientes na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Universitário (Foto: Juliano Almeida)

A morte de dois bebês, com menos de um ano de idade, está sendo investigada pela Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) de Campo Grande. A suspeita principal é de que os dois estivessem com SRAG (Síndrome Respiratória Aguda). Os óbitos ocorreram nesta semana, mas a data não foi divulgada pela pasta.

Conforme o painel de monitoramento da secretaria, o número de crianças, menores de cinco anos, com SRAG já compõem 43% do total de casos registrados na Capital. Ao todo, foram 1367 casos, sendo 343 de crianças menores de um ano e 245 casos de crianças, de um a quatro anos de idade.

Segundo a Sesau, o laudo que detalha qual o tipo de vírus os bebês tinham ainda não foi emitido. Questionada se os bebês estavam em unidades de saúde do município, a secretaria informou que não possuía mais detalhes. Neste ano, já foi confirmada a morte de uma criança menor de 1 ano, provocada por doenças respiratórias.

O aumento no número de casos de doenças respiratórias em Campo Grande, reflete nas UPAs (Unidades de Pronto Atendimento), postos e hospitais superlotados. Devido ao problema, foi decretada situação de emergência na Capital.

A secretaria recomenda que a população volte a utilizar máscaras, aumente a higiene, e atualize a carteira vacinal com a vacina contra a gripe.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias