A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

08/12/2011 18:07

Seis devem ser indiciados por capotamento de carro dirigido por menor

Ana Paula Carvalho e Paula Maciulevicius
Policiais, peritos a testemunhas foram ao local do acidente. Na grama ainda estão alguns destroços do carro. (Foto: Pedro Peralta)Policiais, peritos a testemunhas foram ao local do acidente. Na grama ainda estão alguns destroços do carro. (Foto: Pedro Peralta)

A delegada Maria de Lourdes Cano, responsável pela investigação sobre o capotamento na saída para Três Lagoas que matou José Eduardo Menegat Tavares Manzione, de 15 anos, no dia 19 de novembro, deve indiciar seis pessoas na próxima segunda-feira.

De acordo com a delegada, alguns pais serão indiciados por serem responsáveis pela conduta dos filhos. Outros por fornecimento de bebida alcoólica a menores, entre eles, possivelmente, o dono da casa onde os sete adolescentes envolvidos no acidentes estavam antes de saírem para comprar cerveja. Já os pais do menino de 15 anos que dirigia o Honda City que capotou devem ser indiciados por omissão de cautela, e ele por homicídio.

O proprietário da conveniência também pode ser indiciado por vender bebida alcoólica para menores de idade.

Testemunha - Hoje uma testemunha do acidente acompanhou os policiais e os peritos até o local do acompamento para que fossem esclarecidos detalhes que ainda faltavam e confirmar o que os laudos já tinham identificado.

O motociclista, que foi ouvido pela delegada nesta tarde, seguia pela pista quando viu o carro com os meninos se aproximando. Ele puxou a moto para a direita para não ser atingido e em seguida viu a “poeira subindo e o carro capotando”.

Ele relatou aos peritos que primeiro o veículo bateu no meio-fio, depois voou, bateu na árvore e capotou. Nesta tarde, a testemunha foi indicando os pontos onde os meninos caíram após serem lançados do carro.

De acordo com o perito criminal, Amilcar da Serra, o que o motociclista relatou bateu com o que a perícia havia identificado no dia do crime.

Acidente - Os adolescentes eram passageiros do veículo Honda City, conduzido por um menino de 15 anos. Ele perdeu o controle do carro ao tentar fazer uma curva na avenida Ministro João Arinos, saída para Três Lagoas, bateu em uma árvore e capotou várias vezes.

No veículo estavam sete adolescentes. Todos arremessados para fora do carro. Um deles, José Eduardo Menegat Tavares Manzione, 15 anos, morreu na hora. Os outros ficaram feridos, quatro deles gravemente. Dois seguem internados, o motorista de 15 anos e um passageiro de 17.

No local do acidente foram encontradas, aproximadamente, cinco garrafas de cerveja. Segundo o Corpo de Bombeiros, todos os ocupantes estavam sem cinto de segurança.



Tenho carro e moto quando comprei meu filho também era adolescente, nunca deixei pegar, nem ele pediu porque sempre disse quem dirige e pilota, só quem tem carteira quer dizer educação, agora estes pais acham bonito ver o filho dirigindo, aí dá nisso.Sempre falo é crime um pai deixar um adolescente, ou que seja de maior, mas sem carteira dirigir, o dono do veiculo tem que pagar por isso.
 
Adriana Araujo em 09/12/2011 11:33:49
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions