A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

21/01/2014 17:59

Sem vaga nos hospitais pacientes são mantidos em postos de saúde

Luciana Brazil

Mesmo tendo sido encaminhado para um hospital, um homem de 57 anos continua internado no posto de saúde do bairro Aero Rancho, em Campo Grande, já que não há vagas em hospitais da cidade. Já é o segundo caso noticiado pelo Campo Grande News só nesta terça-feira (21).

Antônio de Souza Silva sofreu um infarto no domingo (19) e desde então segue internado no posto de saúde, mesmo tendo recebido encaminhamento médico para ser atendido por um cardiologista.

Ele foi socorrido no domingo, por volta das 20 horas, pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) até o posto. Mas logo após receber atendimento, foi encaminhado para um hospital.

“A gente não sabe mais o que fazer. Estamos muito preocupados”, disse aflita a irmã Elza de Souza Silva, 47 anos.

Segundo ela, o irmão já fez uma cirurgia de ponte de safena e também é epilético. “Ele está consciente, mas mesmo assim ele precisa receber o atendimento de um cardiologista”, contou Elza.

Outro caso- Ramona Fátima Freitas, 54 anos, está internada há quatro dias no Centro Regional de Saúde das Moreninhas, na saída para São Paulo, por falta de vagas nos hospitais. Além do drama de ficar em local improvisado, ela correu risco de morte, já que faltou oxigênio nos últimos dias.

Ela foi internada na sexta-feira (17) no posto de saúde das Moreninhas com insuficiência respiratória. A direção da unidade de saúde justifica que não tem vagas nos hospitais da Capital. Na madrugada de domingo para segunda, faltou oxigênio na unidade, gerando a preocupação dos familiares.

A equipe do Campo Grande News entrou em contato com a assessoria da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública) que ficou de analisar a situação e mandar uma resposta sobre a falta de vagas nos hospitais e a situação da paciente da região das Moreninhas.

Além do contato, foi enviado um e-mail especificando a situação denunciada ao site, até o momento não houve resposta da prefeitura de Campo Grande.

Internada há 4 dias em posto, paciente corre risco com falta de oxigênio
Ramona Fátima Freitas, 54 anos, está internada há quatro dias no Centro Regional de Saúde das Moreninhas, na saída para São Paulo, por falta de vagas...
Guarda oferece palestra sobre prevenção e combate às drogas em Uneis
Jovens da Unei (Unidades Educacional de Internação) Dom Bosco e da Unidade de Internação Feminina Estrela do Amanhã, em Campo Grande, receberam pales...
Cadastramento biométrico é oferecido pela Carreta da Justiça em Anhanduí
Desde o início desta semana a Carreta da Justiça está realizando atendimentos da biometria no distrito de Anhanduí, no município de Campo Grande, gra...


Meu irmão ficou a semana toda precisando ser internado por conta da pressão alta e dor de cabeça que não cessava. Minha cunhada ficou indo e vindo o tempo todo e mesmo quando ele sofreu um AVC no domingo ninguem fez nada porque dizem que não tem vaga nos hospitais de campo grande, mas todos sabemos que para algumas pessoas eles arrumam vaga, depende dos contatos. Alguém tem que fazer alguma coisa pelo amor de Deus!.
 
GENY MUNIZ em 22/01/2014 08:29:43
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions