A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

06/09/2013 09:23

Sobrevôos de helicóptero devem atrair público para desfile neste sábado

Luciana Brazil
No ano passado, apesar do calor, 40 mil estiveram na rua 14 de Julho.No ano passado, apesar do calor, 40 mil estiveram na rua 14 de Julho.
Blindado M-60, novidade no ano passado, também estará no desfile.Blindado M-60, novidade no ano passado, também estará no desfile.

Amanhã, no desfile cívico militar de 7 de Setembro na rua 14 de Julho, em Campo Grande, o público poderá assistir aos sobrevôos de um dos helicóptero do Exército Brasileiro. Durante uma hora, o modelo HA-1 Fennec sobrevoará o percurso da solenidade que comemora o 191° aniversário de Independência do Brasil.

O modelo de pequeno porte é utilizado em missões de reconhecimento de ataque, uma versão militar do modelo esquilo. Mais quatro aeronaves HA-1 fazem parte da frota do Exército. São helicópteros rápidos, versáteis e com autonomia de três horas de vôo, podendo atingir até 287 quilômetros por hora.

Com em outros anos, a solenidade também terá sobrevôos de aeronaves do 3º Batalhão de Aviação do Exército e da Base Aérea. Novidade no ano passado, o carro de combate M-60, com 52 toneladas, também está na programação do desfile.

De acordo com a PM (Polícia MIlitar), cerca de 40 mil pessoas pretigiaram o evento em 2012. Neste ano, a expectativa de público é a mesma.

Desfile - A comemoração começa às 8h10 com a tradicional revista da tropa feita pelo governador André Pucinelli (PMDB) e pelo comandante Militar do Oeste, general de Exército João Francisco Ferreira.

Na sequência, será acessa a pira contendo a Chama Sagrada da Pátria, que simboliza o calor patriótico do povo brasileiro. O desfile começa em seguida com a participação de oito instituições, com cerca de 600 integrantes.

A Marinha, o Exército e a Força Aérea são os últimos a desfilar, além dos órgãos de segurança pública.

Grupamentos dos cadetes da Academia Militar das Agulhas Negras (Aman), do colégio Militar de Campo Grande, dos ex-combatentes da Força Expedicionária Brasileira, dos ex-integrantes da Missão de Paz no Haiti farão parte do desfile.

Interdição - A Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) começa na noite de hoje a fazer as interdições das vias para a realização do desfile. O tráfego na Rua 14 de Julho será proibido no sábado (7), das 5h às 13h, entre as avenidas Euler de Azevedo e Fernando Corrêa da Costa.

De acordo com a assessoria da Prefeitura, a interdição começa hoje a partir das 16h, quando o tráfego de veículos será bloqueado nos cruzamentos da Avenida Afonso Pena com a Avenida Calógeras e Rua 14 de Julho.

O chefe de fiscalização de trânsito da Agetran, Carlos Guarini, recomenda que as opções para quem transitar no sentido Shopping Campo Grande –Aeroporto são pelas ruas Eça de Queiroz e General Melo. No sentido inverso, são as avenidas Fernando Corrêa da Costa e Eça de Queiroz.

Interdições para desfile de sete de setembro começam hoje em Campo Grande
A interdição das ruas que fazem parte do trajeto do desfile cívico em alusão ao dia da Independência, sete de setembro, começa amanhã. A Agetran (Agê...
Ruas e avenidas serão interditadas na sexta para desfile de 7 de Setembro
A Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) vai iniciar, na noite de sexta-feira, a interdição das vias para a realização do desfile de 7 ...


Na minha opinião é arriscado permitir que um tanque de guerra ande pelas ruas de Campo Grande. Se uma carreta com 25 metros de comprimento, com peso de 12 toneladas distribuído em seis eixos poderia afundar a rua ou simplesmente arrebentar a canalização que passa por baixo, imaginem um tanque com 52 toneladas, compacto e com alta concentração de carga por m2. E quando ele vai para o desfile, sobre uma carreta, o peso dos dois deve ser somado. É bonito de ver, mas pode causar problemas.
 
Luciano Porto em 06/09/2013 11:16:23
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions