A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

14/03/2011 17:29

Preso suspeito de 63 furtos invadia lojas para comprar R$ 300 de droga por dia

Aline Queiroz e Paula Maciulevicius

Aos 18 anos, rapaz vai para a Unei e diz que “cadeia é para gente grande”

Rapaz pequeno e magro subiu em dois telhados. (Foto: Simão Nogueira).Rapaz pequeno e magro subiu em dois telhados. (Foto: Simão Nogueira).

Aos 18 anos, Michael Cavalheiro de Moraes vai para a Unei (Unidade Educacional de Internação) suspeito de praticar 63 furtos. O número de ações do rapaz, que é conhecido como “Ratinho” e foi apelidado por algumas vítimas de “Homem Aranha”, aumenta desde o dia em que foi preso pela Deaij (Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude), 09 de março. Em entrevista ao Campo Grande News , ele disse que é usuário de drogas e gastava cerca de R$ 300 por dia para comprar pasta-base.

Michael conta que furta desde os 13 anos, mesma época em que começou a usar drogas. Esta será a quinta vez que vai a uma Unei. Ele ressalta que nunca praticou assaltos e tem medo de ir para um presídio.

“Só tem gente grande lá e eu de moleque. Unei é uma creche e eu tenho medo de ir para a cadeia”, diz. Embora já tenha feito 18 anos, ele não vai para uma unidade prisional porque praticou todos os furtos enquanto era menor de idade.

No momento da prisão a Polícia Civil acreditava que Michael tinha envolvimento em 40 furtos. No entanto, ele já indicou 15 novos locais onde furtou e a delegada titular da Deaij Maria de Lourdes Cano, recebeu mais oito boletins de ocorrência para investigar se o rapaz também participou das ações. Só hoje ele foi à delegacia para assinar procedimentos referentes a 22 furtos.

O jovem revela que chegou a fazer quatro furtos por noite. Ele analisava as lojas durante o dia e invadia à noite. Em dois casos, o jovem de aproximadamente 1,6 metro de altura e 65 quilos, subia nos telhados para entrar nas lojas, daí o nome "Homem Aranha".

Os alvos eram sempre na área central. Michael preferia comércios que vendiam roupas femininas devido à facilidade de “vender” os produtos em pontos de distribuição de droga. “Roupa troca fácil na boca”, completa.

Michael explica que já passou por várias clínicas de desintoxicação e, o tempo máximo que ficou longe das drogas, foi de nove meses. Ofertas de amigos fizeram com que voltasse a consumir entorpecentes.

Os pais do rapaz trabalham, assim como os irmãos, que ainda estudam. Ele é o único da família que tem envolvimento com o crime.

Michael diz que o primeiro contato que teve com as drogas foi na escola. Ele estudou até o sexto ano e não gosta de frequentar a escola.

O rapaz conta que a mãe o ama e não o abandonou na Unei. Ela faz visitas toda semana.

Já com o pai não tem contato. Michael o conheceu quando tinha 15 anos. À época adolescente, Michael foi morar com o pai mas furtou dois notebooks deles e a relação acabou.

“Agora fiquei viciado em roubar”, sintetiza.

Antecedentes - Ainda enquanto era menor de idade, Michael tinha antecedentes criminais por homicídio e tentativa de homicídio.

Michael praticava as ações com um adolescente de 17 anos, que também foi apreendido na semana passada.



ja que ele fala que tem tanto medo de ir pra um presidio, tambem deveria pensar antes de cometer seus crimes, afinal ele nao e mais menor pois ja completou 18 anos porque na unei ele vai continuar fugindo e continuar praticando seus atos
 
jania oliveira arguilheira em 15/03/2011 10:27:53
O lugar desse bandido é junto com os marmanjos. A lei não pode ser interpretada em seu benefício em face da idade. A lei não é medida pela sua amplitude cronológica, mas pelo poder que tem em reprimir a criminalidade.
 
Jôni Coutinho em 15/03/2011 08:59:04
esse apelido que colocarão no michael na minha opinião só´incentiva mais ainda ele e outros adolecentes apratica de furtos roubos assaltos eoutras praticas criminosas na vedade esse jovem é´digno de pena e de´héroi ele náo tem nada prometo pedi a deus que te ajude
 
edinaldo j santos em 15/03/2011 06:57:42
O cara já tem BO de HOMICIDIO, TENTATIVA DE HOMICIDIO e vários FURTOS, já ficou internado na unei, em clinica de desintoxicação e vocês ainda acham que esse rapaz tem conserto há,há,há, e tem mais o cara só passou na delegacia para dar um vistinho no papel que a delegada redigiu, chorou lógico para impressionar a "Dotora" dizendo que tinha medo de ir para a cadeia, mais eu pergunto e as vitimas vão ficar no prejuizo, quem é que vai pagar as roupas que esse cidadão furtou e trocou por droga, o municipio vai abater no IPTU, o estado vai dar desconto no ICMS, uma "OVA" o comerciante vai amargar com os prejuizos e o coitadinho sai rindo porque foi solto. Hô saudades do rabo de tatu que comia na lomba. Mais uma coisa, esse jovem não chega aos 25 anos se não mudar de vida urgentimente mãe.
 
Douglas Ruiz em 14/03/2011 06:27:27
EM NOME DOS COMERCIANTES DA REGIAO DA RUA PEDRO CELESTINO GOSTARIA DE AGRADECER A REPORTAGEM DO MELHOR JORNAL ELETRONICO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL CAMPO GRANDE NEWS E DA POLICIA NO COMANDO DA DELEGADA MARIA DE LOURDES CANO PELA PRISAO DO HOMEN ARANHA E SEUS COMPARSAS MUITO OBRIGADO.
 
Rosemilson José da Rocha Ferreira em 14/03/2011 06:08:28
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions