ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUARTA  10    CAMPO GRANDE 14º

Capital

"Ter uma casinha" é sonho de morador de rua atrás de obra entregue por Bolsonaro

Entrega de 300 imóveis no Residencial Canguru ocorre hoje com presença do presidente

Por Guilherme Correia e Gabriela Couto | 30/06/2022 09:40
Enrolado em cobertor, Daniel caminha atrás de residencial inaugurado hoje na Capital pelo presidente da República. (Foto: Marcos Maluf)
Enrolado em cobertor, Daniel caminha atrás de residencial inaugurado hoje na Capital pelo presidente da República. (Foto: Marcos Maluf)

Nos fundos do Residencial Canguru, que será inaugurado hoje com a participação do presidente Jair Bolsonaro (PL), o morador em situação de rua Daniel Freitas, de 34 anos, dormia sobre um edredom de estampa militar.

Desavisado sobre a presença presidencial, ele descobriu pela reportagem do Campo Grande News que o chefe do Executivo nacional vai visitar a cidade. Às 9h, a prefeita Adriane Lopes (Patriota) o recebe na Base Aérea, e às 10h30, ocorre cerimônia no Jardim Canguru.

Quando informado sobre a entrega de 300 imóveis a alguns metros onde estava deitado, ele afirmou ter apenas um sonho. Algo que não deveria ser considerado privilégio, já que é um direito assegurado pela Constituição Federal de 1988 - e de competência dos entes municipais, estaduais e federal -, mas que nem todos têm a chance.

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Meu sonho é ter uma casinha”, diz o morador em situação de rua Daniel Freitas.

Daniel veio do interior de São Paulo e estudou até a oitava série do Ensino Fundamental. No estado paulista, chegou a ser internado em clínicas de reabilitação e, hoje, afirma que chegou à Capital após ter “fugido da pedra”.

Atualmente, ele fica parte dos dias no Jardim Canguru, onde foi visto pela reportagem, mas costuma passar as noites no Cetremi (Centro de Triagem e Encaminhamento do Migrante e População de Rua), no Jardim Veraneio. O caminho de quase 13 quilômetros é feito, diz ele, a pé.

Se pudesse dizer uma coisa para o presidente Jair Bolsonaro, Daniel comenta que parabenizaria as ações tomadas nesta gestão. “Olha aí o que está acontecendo, ele vai entregar casas!”.

Daria parabéns para o presidente. Não tenho nada para reclamar da gestão dele. Está indo tudo bem", opina o morador em situação de rua.

Moradores comentaram que ele vive ali há cerca de um mês. Segundo Daniel, que carregava consigo uma sacola com latas de alumínio, ele não incomoda a vizinhança. Ele também destaca que a pandemia reduziu o número de pessoas que bebem nas ruas, o que pode ter diminuído a quantidade de material reciclável que coleta.

Daniel relata dormir na região do Jardim Canguru e, em outros momentos, no Cetremi. (Foto: Marcos Maluf)
Daniel relata dormir na região do Jardim Canguru e, em outros momentos, no Cetremi. (Foto: Marcos Maluf)

Residencial Canguru - O empreendimento inaugurado hoje integra o Programa Casa Verde e Amarela e conta com investimento total de R$ 29 milhões, sendo R$ 24 milhões do governo federal, por meio do FAR (Fundo de Arrendamento Residencial), e R$ 5 milhões do governo estadual. Além disso, houve doação do terreno em contrapartida do município.

Residencial Canguru, ao fundo, terá cerimônia de entrega nesta quinta-feira. (Foto: Marcos Maluf)
Residencial Canguru, ao fundo, terá cerimônia de entrega nesta quinta-feira. (Foto: Marcos Maluf)

(*) Colaborou Marcos Maluf.

Nos siga no Google Notícias