A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 26 de Abril de 2019

08/04/2019 20:37

Unidade do Trauma deve operar com 100% da capacidade neste mês

Reunião nesta terça-feira (08) pode dar fim ao impasse financeiro que impede o funcionamento integral da unidade

Adriano Fernandes
Foram quase 20 anos até que hospital fosse concluída e inaugurado em setembro de 2018. (Foto: Paulo Francis) Foram quase 20 anos até que hospital fosse concluída e inaugurado em setembro de 2018. (Foto: Paulo Francis)

Uma reunião nesta terça-feira (09) pode dar fim ao impasse financeiro que impede que a Unidade de Trauma da Santa Casa de Campo Grande, opere com 100% de sua capacidade. Na última semana em outro encontro reunindo representantes do Governo do Estado e o secretário de Saúde da Capital, José Mauro Filho o hospital se comprometeu a ceder cerca de 110 leitos para atendimento de pacientes.

No entanto, resta saber se os leitos cedidos serão os da própria Santa Casa ou na Unidade do Trauma, anexa ao hospital e onde, atualmente, operam apenas 54 leitos da enfermaria. Resolvido o impasse a expectativa é de que as transferências para a unidade, comecem já nos próximos dias.

O motivo da atual subutilização do espaço, conforme a Santa Casa, é que o Hospital do Trauma ainda não tem contratualização de sua manutenção o que deve ser definido, na reunião desta terça-feira (08). O custeio de operação da unidade será dividido entre a Prefeitura, Estado e Ministério da Saúde assim como já ocorre com a própria Santa Casa. 

No último dia 13 de março o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, confirmou um aporte de R$ 13,3 milhões anuais para a unidade o que equivale a R$ 1,1 milhão mensais - bem abaixo dos R$ 6 milhões pleiteados para bancar a unidade. Além das verbas federais, são esperados outros R$ 2 milhões do governo estadual. Anualmente a Santa Casa também recebe R$ 20,7 milhões da prefeitura. 

Unidade do Trauma - Anexo à Santa Casa, o Hospital do Trauma teve obras retomadas em junho de 2016. Foram quase 20 anos até que sua estrutura fosse concluída e inaugurado em setembro de 2018. 

A unidade é composta por 126 leitos de internação, 10 UTIs (Unidades de Terapia Intensiva), cinco salas cirúrgicas, duas para pequenos procedimentos, três para observação com 15 leitos, além de outras dedicadas a odontologia, radiologia, fisioterapia, reabilitação e consultórios. Existe ainda uma área para recebimento de ambulâncias e estacionamento.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions