ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SÁBADO  27    CAMPO GRANDE 24º

Capital

Veículo avança no "amarelo", bate em carro, tomba e fere dona de casa

Por Edivaldo Bitencourt e Luciana Brazil | 04/12/2013 09:30
Condutora só foi retirada após o Corpo de Bombeiros cortar o teto do veículo (Foto: Cleber Gellio)
Condutora só foi retirada após o Corpo de Bombeiros cortar o teto do veículo (Foto: Cleber Gellio)

Um veículo teria passado no sinal amarelo, colidiu com outro, que passou no vermelho e tombou no cruzamento das ruas Arthur Jorge com Abrão Júlio Rahe, no Centro, por volta das 8h30 desta quarta-feira (4). Uma mulher ficou presa no veículo e só foi retirada após o Corpo de Bombeiros quebrar o pára-brisa e cortar o teto do carro.

Segundo o engenheiro de trânsito e ex-diretor da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Aroldo Figueiró, que trafegava pela Rua Abrão Júlio Rahe e presenciou o acidente, ele ia passar no cruzamento quando o sinal ficou amarelo, mas parou.

No entanto, o Voyage, que vinha no sentido contrário, conduzido pela dona de casa Marli Bueno, 35 anos, decidiu arriscar e colidiu com o BMW X1, dirigido por uma mulher que não quis se identificar. Segundo testemunhas, ela passou no sinal vermelho. Após bater, o Voyage tombou e Marli ficou presa nas ferragens.

O Corpo de Bombeiros não conseguiu retirar a motorista porque o veículo ficou tombado do lado esquerdo. Para retirar a mulher, eles quebraram o pára-brisas e usaram desencarcerador para cortar o teto do carro e retirar Marli. Um médico do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) permaneceu dentro do veículo, junto com a vítima, durante todo o resgate.

A condutora da BMW estava muito nervosa, chorou e relatou que não se lembrava como aconteceu o acidente. “Foi muito rápido, não sei o que aconteceu”, relatou ela, que se mostrou bastante preocupada com a condutora do Voyage.

Outra motorista, a dona de casa Sandra Regina dos Santos, que estava atrás da BMW, contou outra versão para o acidente. Ela disse que o BMW atravessou no sinal verde. Ela relatou que a BMW tinha saído de um prédio próximo e só avançou o cruzamento porque o sinal abriu.

Marli Bueno estava consciente e foi levada para o ProntoMed, segundo o marido, o encarregado administrativo Luiz Carlos, 34 anos.

Após quebrar pára-brisas e cortar teto, bombeiros retiraram vítima (Foto: Cleber Gellio)
Após quebrar pára-brisas e cortar teto, bombeiros retiraram vítima (Foto: Cleber Gellio)
Socorristas do Samu auxiliaram bombeiros no resgate no Centro da Capital (Foto: Cleber Gellio)
Socorristas do Samu auxiliaram bombeiros no resgate no Centro da Capital (Foto: Cleber Gellio)
Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário