ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUINTA  22    CAMPO GRANDE 27º

Capital

"Vi fuzil e pistola", diz homem que presenciou atiradores caindo de moto

Vítima foi ferida por tiros de fuzil e procurou socorro em delegacia de polícia

Dayene Paz, Cleber Gellio e Bruna Marques | 11/08/2022 11:13
Local onde dupla caiu de moto durante perseguição. (Foto Cleber Gellio)
Local onde dupla caiu de moto durante perseguição. (Foto Cleber Gellio)

Ao perseguir um Ford Ka e atingir com tiros o condutor de 42 anos, na manhã desta quinta-feira (11), dois atiradores acabaram se envolvendo em acidente na Avenida Arquiteto Alvaro Mancini, no Aero Rancho, em Campo Grande. "Eles caíram, vi fuzil e pistola, então me afastei", contou um homem que parou para ajudar.

O caso ocorreu na manhã de hoje, depois que Sergio Luis Nunes da Silva, de 42 anos, deixou o presídio da Gameleira, em Campo Grande, onde cumpre pena por tráfico de drogas. Ele ocupava um veículo Ford Ka, acompanhado de uma mulher, quando foi perseguido pela dupla em uma motocicleta Honda Falcon, cor preta.

Quando chegou na Avenida Gunter Hans, a dupla passou a disparar contra o Ka. Luis acessou o Terminal Aero Rancho. "Eles estavam sentido bairro ao centro, fizeram o retorno, dentro do terminal mesmo, e voltaram sentido centro ao bairro", contou um homem que viu a perseguição e pediu para não ter o nome divulgado por medo.

Em seguida o Ka entrou na Arquiteto Alvaro Mancini e fechou a Falcon. "Eles se desequilibraram e caíram. Achei que era acidente e fui ajudar, foi quando vi o fuzil e uma pistola, então me afastei, todos se afastaram", conta outro rapaz que também tem medo de se identificar. "O passageiro ficou meio desnorteado e até perdeu o tênis na fuga. Eles saíram sentido a Ernesto Geisel", completou.

Policiais na Avenida Gunter Hans, onde começaram a ser feitos disparos. (Foto: Henrique Kawaminami)
Policiais na Avenida Gunter Hans, onde começaram a ser feitos disparos. (Foto: Henrique Kawaminami)

Neste ínterim, mesmo ferido, Sergio acelerou o Ka e conseguiu escapar. Ele novamente acessou o terminal e depois dirigiu até a 6ª Delegacia de Polícia Civil, na Avenida Souto Maior, onde pediu socorro com o carro crivado de tiros.

O Corpo de Bombeiros socorreu a vítima dentro da delegacia. Conforme informações, Sergio tinha três perfurações por arma de fogo, na coxa e abdome, e outras perfurações por estilhaços no corpo todo. Apesar da gravidade dos ferimentos, ele estava consciente e orientado, sendo levado para a Santa Casa de Campo Grande. O trajeto até o hospital foi acompanhado pelos policiais e outras viaturas dos bombeiros, para garantir a segurança da vítima. Ele deu entrada, onde se encontra sob escolta policial.

Carro alvejado durante perseguição em Campo Grande. (Foto: Direto das Ruas)
Carro alvejado durante perseguição em Campo Grande. (Foto: Direto das Ruas)

Perícia - Diante da dinâmica do acidente, a Polícia Civil acompanhada da perícia percorre todo o trajeto onde houve a perseguição nesta manhã, na Avenida Gunter Hans. Em alguns trechos, a polícia localizou estojo deflagrado de fuzil 556 e próximo ao Coophavila, de 9mm.

Além disso, a Polícia Civil se deslocou até o presídio da Gameleira. Policiais do Choque, GOI (Grupo de Operações e Investigações) também fazem diligências atrás dos autores.

Nos siga no Google Notícias