A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 23 de Setembro de 2017

25/07/2017 14:38

Yago se recupera de infecção e volta a respirar sem ajuda de aparelhos

Batalhando pela vida desde antes de nascer, menino tem mais uma vitória e segue se recuperando

Luana Rodrigues
Yago agarrado a polvo de crochê. (Foto: Direto das Ruas)Yago agarrado a polvo de crochê. (Foto: Direto das Ruas)

A cinco dias de completar quatro meses, o bebê Yago volta a dar exemplos da força e vontade de viver, que vem demonstrando desde o ventre da mãe. O menino voltou a respirar sem a ajuda de aparelhos e nesta terça-feira (25) já se recupera bem da infecção que causou piora em seu quadro de saúde.

Na semana passada, o bebê, que resistiu por 27 semanas no ventre da mãe com morte cerebral, deu um susto na equipe médica, ao sofrer uma infecção grave. Ele precisou ser entubado e perdeu peso por conta da situação.

No entanto, em mais uma batalha pela vida vencida, na última sexta-feira (21), Yago voltou a respirar sozinho e ganhou peso, está com 1,795 quilos.

Nascido em 31 de março, a previsão era de que em julho o bebê teria alta, porém o quadro instável neste mês impediu. A equipe só deixará que o pai o leve para casa quando Yago estiver com no mínimo 2 kg e se alimentando normalmente.

Caso - A situação de Yago é inédita em Mato Grosso do Sul e foi marcado por troca de informações com médicos do Espírito Santo e Portugal, onde aconteceram situações similares.

Com a morte encefálica da mãe, Renata Souza Sodré, 22 anos, o nascimento do bebê era uma aposta de alto risco. Renata sofreu um AVC (Acidente Vascular Cerebral) em 27 de janeiro e teve a morte cerebral constatada por dois testes clínicos e mais exame de imagem. Os médicos descobriram que, ainda assim, o feto vivia e entrava na 17ª semana.

O caso foi explicado à família e acompanhado pela Comissão de Ética do hospital, sendo que diariamente foram administrados medicamentos para a mãe, porque com a morte cerebral o corpo para de produzir hormônios, além de envolver vários funcionários do hospital para que fosse o trabalho fosse mantido sem contratempos.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions