A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

05/01/2016 11:21

Com 27 instituições, Comitê Estadual vai iniciar monitoramento em seis cidades

Flávia Lima

Com a participação de 27 instituições e órgãos públicos, como o Ministério Público Estadual, Polícia Rodoviária Estadual e Rotary Clube, o Comitê Estadual de Combate a Dengue, criado em dezembro, será lançado na próxima quinta-feira (7) pelo governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB) e pelo ministro da Saúde, Marcelo Castro.

O objetivo do Comitê será o de prestar auxílio nas ações de monitoramento da doença junto aos municípios. O grupo dará ênfase aos locais com focos ou propícios a formação de ambiente favorável a disseminação do Aedes aegypti. Durante o lançamento será apresentado o plano de ação e as designações do grupo, que terá uma sala específica na Secretaria de Saúde.

O local será um centro de controle das informações repassadas pelos agentes de saúde que estiverem em campo. Eles utilizarão 260 tablets (doados pela Receita Federal). Em princípio, o monitoramento ocorrerá nos municípios de São Gabriel Do Oeste, Maracaju, Bataguassu, Bonito, Costa Rica e Taquarussu, que apresentam grande número de focos.

De acordo com a assessoria da Secretaria de Saúde, desde esta segunda-feira (4), as equipes de vetores já estão capacitando os agentes que irão atuar no Comitê, além de atualizar o método de operação e apresenta o sistema que será utilizado para o monitoramento. Não houve custos para a implantação do grupo.

Epidemia - A epidemia de dengue, zika vírus e febre chikungunya em diversos municípios de Mato Grosso do Sul, foi a grande motivação para o governo estadual criar o Comitê, que vai integrar a força-tarefa para combate, controle, prevenção e redução do Aedes aegypti.

A resolução que dispõe sobre o comitê foi publicada no Diário Oficial de 21 de dezembro de 2015 e a justificativa para sua criação foi baseada na situação de epidemia no Estado e a emergência decretada pelo governo federal quanto aos casos de microcefalia, que já somam mil em todo o país, detectados em bebês nascidos no Nordeste e que tem relação, já comprovada com o Zika vírus.

Paciente com dengue espera até 6 horas para ser atendida em UPA
Mesmo com a situação de emergência e o estado de alerta decretados em função da epidemia de dengue, a população continua reclamando da demora no aten...
Epidemia leva governo do Estado a criar comitê de combate à dengue
O cenário de epidemia de dengue, Zika vírus e febre chikungunya que assola 72 dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul, levou o governo do Estado a cr...
MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions