A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

02/03/2013 11:20

Com carros devolvidos da Bolívia agora na Capital, procura começa

Nadyenka Castro e Luciana Brazil
Cegonha com veículos estaciona na Defurv. (Foto: Luciano Muta)Cegonha com veículos estaciona na Defurv. (Foto: Luciano Muta)
Delegada Maria de Lourdes, da Defurv. (Foto: Luciano Muta)Delegada Maria de Lourdes, da Defurv. (Foto: Luciano Muta)

Dez carros devolvidos pela Bolívia ao Brasil chegaram em Campo Grande nessa sexta-feira e a procura por eles já começou.

De acordo com a delegada da Defurv (Delegacia Especializada de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos), Maria de Lourdes Souza Cano, essa é a primeira remessa de um total de 493 motos e carros brasileiros que estavam irregulares no País vizinho. Ainda não há prazo para a devolução dos demais.

Muita gente já começou a procurar a delegacia para tentar recuperar o veículo levado por ladrões. A delegada informa que os proprietários dos veículos serão identificados até o início da próxima semana e serão chamados para pegá-los de volta.

Preliminarmente, foi apurado que entre 30% e 35% dos automóveis eram segurados, e os proprietários já foram reembolsados. Nesses casos, os veículos, ao invés de devolvidos aos donos, serão encaminhados as seguradoras.

O trabalho de devolução foi realizado em uma cooperação internacional, que além da polícia, contou com o apoio da Fenaseg (Federação Nacional das Empresas de Seguros Privados e de Capitalização), que cedeu as carretas para o transporte das apreensões.

Enre carros, camionetes e motocicletas, a delegada acredita que mais de 200 deles sejam do Mato Grosso do Sul, enquanto outros sejam de outros estados, como São Paulo, Goiás e Rondônia.

Para identificar a origem deles, como a maioria das placas foram adulteradas, será feita perícia, verificando a numeração de chassi, motor e câmbio. Caso também tenha havido adulteração dessas numerações, terá que ser feita uma investigação mais ampla.

Os veículos estão sendo devolvidos ao Brasil porque os responsáveis não fizeram a legalização, conforme determinou o governo boliviano em 2001. No dia 8 de junho daquele ano, no processo denominado de Saneamento Legal dos Veículos sem Documentos, ficou definido que automóveis e motocicletas tinha que ser regularizados até 7 de novembro do mesmo ano.



Caro Antônio Augusto, o fato de que o país esta devolvendo estes veículos não se liga a questão dos garotos envolvidos naquele trágico episódio não precisamos trazer novamente essa questão acredito que os familiares desses jovens não precisam mais ouvir ou ver a respeito deste assunto...
 
HELTON MAXIMO RABELO em 04/03/2013 09:39:38
A bolívia vai devolver também o Sangue e a Vida dos dois Jovens mortos pela encomenda de um "veículo"??? Quem será o próximo?
 
Antônio Augusto Bogo Barcelos em 03/03/2013 14:03:38
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions