A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

10/05/2011 14:48

Defensores públicos recebem até 33 mil; são 61 salários mínimos por mês

Ítalo Milhomem

Os defensores públicos de Mato Grosso do Sul recebem mais do que o limite constitucional permitido para funcionários públicos, são 33 mil por mês. O teto dos salários já com as vantagens pessoais e benefícios é veiculado ao vencimento máximo do Poder Executivo, R$ 26,7 mil e não pode ser excedido.

De acordo com documentos apresentados pela Defensoria Pública Geral do Estado para aprovação de um projeto de lei, que criava mais seis vagas de defensor público de 2ª instância, o vencimento individual de cada um deles é R$ 33.404,13, o que corresponderia a 61,2 salários mínimos atuais de R$ 545,00.

A Constituição Federal prevê que os servidores públicos devem receber de maneira única seus vencimentos vedados o acréscimo de qualquer gratificação, adicional, abono, prêmio, verba de representação ou outra espécie remuneratória.

O caso seria semelhante ao dos procuradores e promotores do Estado, que por meio de um benefício para aluguel, também teria incorporados aos seus vencimentos uma quantia que somada aos salários ultrapassa o limite que a constituição permite.

Projeto– Em abril passado um projeto de lei de autoria da Defensoria Pública Geral do Estado, pedia a criação de seis cargos de defensor público e outros seis cargos de assessores, estes últimos com vencimentos de R$ 6,244,72.

Na ocasião, eles alegaram que seria necessária a criação das vagas para melhor atender a população de maneira mais eficiente e ágil.

O projeto foi aprovado por unanimidade pela CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação), Comissão de Serviço Público, Obras, Transporte, Infraestrutura e de Administração, e ainda na plenário em 1ª e 2ª instâncias sem nenhum questionamento.

A reportagem doCampo Grande News procurou o presidente da CCJR, deputado estadual , Antônio Carlos Arroyo (PR), que afirmou que desconhecia a informação do vencimento ilegal, que estaria no anexo do projeto aprovado por ele.

“A Assembleia não iria aprovar algo inconstitucional. Sobre a criação de cargos primeiro analisamos se a proposta orçamentária respeita o limite prudencial de comprometimento da folha salarial e em segundo momento se o salário não desrespeita a constituição, porque ninguém pode ganhar mais que o os ministro. Se isso passou, pode ser revertido”, argumentou Arroyo.

Já o deputado estadual Júnior Mochi (PMDB), que também compõem a CCJR, afirmou que desconhecia a argumentação orçamentária para aprovação da criação dos cargos de novos defensores.

“Eu não li a justificativa, mas se foi extrapolado os vencimentos, eles devem ser devolvidos. Eles (defensores) estão submissos a legislação federal. Acredito, que possa ter sido um erro de digitação porque sabemos que os defensores não ganham isso”, disse Mochi.

Pedro Kemp (PT), outro deputado integrante da CCJR opina que esse impasse deve ser decido na Justiça.

“Eu olhei achei estranho, conversei com outro colega, mas eles alegaram que tinha essas justificativas dos benefícios e gratificações. Ainda tenho essas dúvidas jurídicas, mas o impasse da legalidade ou não deve ser definida pelo Judiciário”afirma o deputado.

O relator do projeto, deputado Marquinhos Trad (PMDB) disse que os vencimentos explicitados no impacto orçamentário da Defensoria do Estado passou despercebido.

Mesmo tendo aprovado o projeto, Trad o requereu novamente e questionou ainda durante a sessão a Defensoria, que informou que os vencimentos dos defensores públicos são de R$ 26.423,35 e os demais valores seriam complementos (MS-Prev, Unisaúde e gratificações), que elevariam os salários ao montante anunciados de R$ 33.404,13. Com isso ele afirma que não haveria ilegalidade na remuneração dos defensores e por isso não iria rever a aprovação do projeto.

De acordo com projeto de lei apresentado pela defensoria o impacto com a criação dos seis cargos de defensores e outros seis de assessores seria de R$237,893,15, o que implicaria no acréscimo de 0,06% das despesas com pessoal, dentro do limite prudencial permitido pelos órgãos de controle e LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias).

Com a aprovação da lei a Defensoria Pública do Estado passa a ter 253 defensores públicos entre títulares e substitutos em quatro instâncias.

pag1pag1
pag2pag2
pag3pag3
pag4pag4
pag5pag5
pag6pag6
pag7pag7


Isso é bem interessante uma pessoa que se diz professora formada, com especialização e tal, acredita em qualquer coisa que se publica, primeiramente esta noticia não é verdadeira, pois o defensor publico não ganha o salário acima mencionado, afinal não vi contra cheque nenhum que prova isso.
Já fui a Defensoria Publica varias vezes e sempre fui muito bem atendida, inclusive se ganhassem o salário mencionada seria justo, pois não é facil atender 10 pessoas por dia, fazer audiência e ainda juizado, ou seja, tirando os problemas pessoas que todas as pessoas tem, ele tem que ouvir e tentar resolver mais 10 problemas por dia, no mínimo, com certeza isso deve ser muito estressante.
Agora porque ninguém faz nada quando nossos queridos Deputados, Senadores etc resolver simplesmente aumentar o salário deles em 60% a simples troco de nada, além do fato deles trabalharem de 3ª à 5ª, isso quando vão, enquanto os Defensores Públicos, Juízes Promotores, e outros, trabalhando de 2ª a 5ª feira, e ainda fazem plantão finais de semana e feriados.
Se é pra ficar revoltado, vamos ficar pelos motivos certo
Vamos colocar relógio de ponto em Brasília, não para funcionários e sim para o Deputados e afins...
Será que ai sim para a roubalheira, aqui vai um simples exemplo do que esta realmente errado:
para um Pais auto suficiente em petróleo pagar R$ 3,00 pela gasolina, enquanto países que compram petróleo nosso paga alguns centavos, será que isso é certo?
 
Luiza da Costa Silva em 11/05/2011 10:16:59
Bom Dia, acho um absurdo os tipos de comentários onde critica-se o valor justo e merecido para um Defensor Publico.
O brasileiro é acostumado a criticar quem batalhou e muito para conseguir esse mérito.
É mais facil criticar quem conseguiu do que levartar a cabeça e buscar o melhor para si.
Aburso é achar que valor é alto, quanto tem gente que nem estudou a metade de um defensor publico mas que ganha horrores lá me brasília.
 
Rodolpho Souza em 11/05/2011 09:48:42
GOSTARIA DE ENTENDER TANTAS COISAS NESSE PAÍS, PORÉM ME FALTA A CAPACIDADE...
PROFESSORES GANHAM MUITO MAL, MÉDICOS NEM SE FALA E O QUE DIZER DOS POLICIAIS...
GENTE, VAMOS COMEÇAR A REVER TUDO ISSO, OS TEMPOS SÃO OUTROS, O ESTADO, A NAÇÃO PRECISAM CAMINHAR, MAS NÃO É PARA RUMOS DE SUCESSOS E DESENVOLVIMENTOS SEM CRITÉRIOS, O POVO TÁ CANSANDO, PENSEMOS NISSSO!!!
 
eledir franco em 11/05/2011 09:12:11
Salário justo tendo em vista o árduo trabalho!
 
Thiago Vinicius em 11/05/2011 08:36:25
Veja só os nossos representantes na Assembléia, aprovam leis que nem sabe pra que serve, e demonstram puro desconhecimento da matéria a ser aprovada, vamos rever os conceitos em relação a essas pessoas que representam a voz do povo, que dá até medo.
 
jose eduardo em 11/05/2011 07:58:11
Que bom! Fico feliz pelos defensores...parabéns.
 
Aldo de Souza em 11/05/2011 07:31:11
Olha, pode ser que a maioria dos defensores públicos não ganhe isso tudo. Porém onde há fumaça Há fogo! E aqui no Brasil pode chamar de incêndio! Acho que os Senhores defensores deveriam neste caso DEFENDER o povo, porque se isso está acontecendo na sua categoria profissional deverá ser bem investigado. O MEU MEDO É QUE OS OUTROS QUE NÃO GANHAM OS 61 SALÁRIOS MÍNIMOS QUEIRAM GANHAR TAMBÉM. VC ACHAM IMPOSSÍVEL, MEUS AMIGOS? AQUI NO NOSSO PAÍS A POUCA VERGONHA VIROU MODA. A falta de ética..., o desrespeito as leis e o bom senso... etc. etc. etc
 
GILMAR SOUZA CRUZ em 11/05/2011 07:11:06
Puxa vida! Quem ganha tão bem, precisa de benefícios como aluguel, plano de saúde, etc. Estes benefícios deveria também se pagos a todos os funcionários estaduais: as merendeiras, professores,diretores, etc.
 
egidio cariaga em 11/05/2011 07:10:53
Engraçado isso!
Primeiro vamos esclarecer o que e' verba salarial e verba indenizatória, outra questão a ser analisada e' o tipo de remuneração que obedece o teto constitucional ou seja subsidio (parcela unica) e que obedece o teto,
outra coisa e' comparsrmos uma remuneração de um profissional autônomo ou por exemplo de um jornalista, que atualmente não exige ao menos ensino superior ou anos de estudo, alem da graduação, aprovacoes criteriosas em concursos.
Alem do exercício da função publica e social desempenhada
amigos .. estes profissionais não chegaram onde estão por ingenuidade da população por meio de uma urna eletronica...
Reflitam..
 
Altagner Marques em 11/05/2011 06:37:46
Nunca que um Defensor Público ganha tudo isso... Deve alguma coisa equivocada, com certeza...
 
Samuel Dias em 11/05/2011 03:29:43
Deste jeito não ha cofre publico que aguente,haja dinheiro!!!
 
Reinaldo Costa em 11/05/2011 01:35:51
Não me é estranho o valor dos salários dos defensores públicos, e sim a revolta e indignação de uma população, que quando precisam exigir seus direitos se calam, uma população deficiente de pensamento próprio, sem argumentos definidos por si só, pelo contrário uma população que mais parece "Papagaio", repeti o que os outros falam, porque não há revolta com relação a politica suja e vergonhosa, porque não se revoltam nas frente das casas de leis dos Estados, em todas as suas esferas. Chega de hipocrisia levantem os seus traseiros da cadeira e vão as ruas para fazer um Brasil melhor sem corrupção e sem nenhum favorecimento, penso da seguinte forma se isso favorece a muitos com certeza os comentários seriam outros, porque e da cultura dos brasileiros o favorecimento e não a luta. Existem tantas coisas que esses deputados deveriam se preocupar como saúde, trabalho, segurança, mas não fazem nada, querem somente aparecer na midia , como justiceiros sem causa nenhuma, pensem em seus principios morais, e analisem as suas condutas, atrás das cortinas, onde a população não consegui ve-los, ao invês de criticar quem esta trabalhando para atender a população que vocês deixaram orfã.
 
Luiz Araujo em 10/05/2011 11:52:43
Simplismente imoral, uma vergonha, é para qualquer simples mortal passar mal, não há nada que justifique um salário como este em comparação aos verdadeiros trabalhadores deste país, não há o que se comentar, apenas lamentar, realmente desnecessário, mais são tão caras de pau que irão rir dos comentários, se sentirão superiores, acima das leis, cada um tem o que merece, pelo jeito eles merecem e os trabalhadores também merecem o que ganham, enfim cada um tem o que merece, pelo menos acho, não sei mais o que escrever.
 
Nery P. Ribeiro em 10/05/2011 10:37:19
Fora da realidade brasileira!!!!!!!!!!!!!Não vejo como pode ser justo isto!!!!! Quanto ganha um Médico no posto de saúde? Eu mesmo sou funcionário público, nível superior e mestrado e ganho talvez a sexta parte disto. E ainda por cima querem baixar nossos salários, em 500, 00 R$. É uma verdadeira palhaçada.
 
Cláudio Roberto de Oliveira em 10/05/2011 10:11:13
Que vergonha hein! enquanto a maioria dos pobres mortais vivem com salário mínimo. sou a favor de um salário digno para esses profissionais, mas convenhamos esse valor é soberbo. deveria ser no máximo 12Mil p/mês. E nem vem com desculpa que precisa ganhar bem pra não ser corrupto, já pensou se o médico resolve usar a mesma desculpa? e o professor então? os senhores juristas não fizeram um juramento? pois esse deveria bastar para o cumprimento do seu dever.
 
Marcelo Oliveira em 10/05/2011 09:49:34
O NOSSO MUNDO NAO É ESSE, A ETERNIDADE É PRA POUCOS, SÓ PENSAO EM GRANA, MAS NENHUM DELES SERÁ ARREBATADO, NO CÉU NAO SE ENTRA COM DINHEIRO, NEM MANSOES E NEM FERRARI, APROVEITEM BEM, PQ O FIM ESTA PROXIMO!
 
jesuino almeida em 10/05/2011 09:04:33
Dra. Maria Salete Marques, como que a senhora tem a coragem de dizer que não ganha nem a metade desse valor, que que isso doutora. Já que a senhora diz que não ganha nem a metade, o valor que a senhora ganhar ultrapassar a metade, a senhora será capaz de doar a alguma instituição de caridade, incuindo substituições e juizados?
 
Calvizio José em 10/05/2011 08:56:40
Realmente em relaçao a miseria que vive nosso brasil, com milhoes de crianças passando fome, e vem um camarada desse ! DEFENSOR PUBLICO! que nao faz nada de estraordinario, funcionario igual a medico veterinario, agronomo,engenheiro, medico etc.... ganhando uma soma desta naturesa... fico mais uma vez envergonhado em ser Brasileiro... que democracia podre e sordida... !ISSO E A CARA DE UM BRASIL SIL SIL SILLLLLLLLLL.....!
 
Luiz David Catelan em 10/05/2011 08:47:19
Puxa , e eu sei de uns por ai que nem aluguel pagou aonde morou.
Mas um dia e na hora certa isto vem a tona,,,,,,e vai ficar muito feio.
 
Elton Fontes em 10/05/2011 08:18:31
CARO ORLANDO, ANTES DE OPINAR, PROCURE SABER O QUE ESTÁ FALANDO, QUEM INVESTIGA É O MINISTÉRIO PÚBLICO, NÃO A DEFENSORIA. E MAIS, ME DIGA ALGUM DEFENSOR DESSE PAÍS QUE JÁ SE ENVOLVEU COM CORRUPÇÃO, NUNCA!!!!! DIFERENTE DOS MEMBROS DO MINISTÉRIO PÚBLICO, QUE POSSUEM COFRE NO FUNDO DAS CASAS!!!!!!
DEFENSOR DEVE GANHAR BEM SIM, TRABALHAM MAIS Q TODOS OS OUTROS ÓRGÃOS... FUI MUITO BEM ATENDIDA!!!!
 
Maria Fernanda Rocha em 10/05/2011 07:55:28
Alguém deve estar embolsando uma grande parte dos salários dos Defensores Públicos, trabalho com eles a 27 anos, e nunca soube que eles ganhassemuma quantia dessas, acho que nem els sabem, rsrsrsrrsrsrsr..
Antes de publçicarem algo, é melhor verificarem a veracidade e, se for verdade no bolso de quem está a diferença que dizem receber.
Obs.: Não souDefensor público, mas bem quemereciam ganhar bem.
Ou só os deputados e politicos podem ganhar bem, ainda que não tenham nem o curso primário completo e não façam nada?
Se forem verificar pelo menos mais de 60% das ações judiciais são justiça gratuíta, e quem é responsável por isso? O que me admira é nossos Deputados que dizem não ter percebido ou não terlido antes de aprovarem alguma lei, será que sabem ler e escrever?
Devem fazer o teste do "ditado" antes de serm diplomados.
Mas não estranhamos mais, nesse Estado estamos acostumados, que a maoiria dos funcionários públicos somente tem o direito de trabalhar, ganhar bem, é para uma minoria.
 
KamélEl Kadri em 10/05/2011 07:54:48
Defensores? De quem? Lembro que em 1998, ou 1999, quando os salários dos funcionarios publicos estavam atrasados, os defensores , atraves de mandado de segurança, conseguiram receber seus salarios normalmente. enquanto isso, os demais mortais...
 
ricardo griao em 10/05/2011 07:53:15
Pois é gente, o defensor público lida com a população, estudou cinco anos mais 3 anos para exercer, merece ganhar bem e etc.... porém existem outros funcionários públicos que também lidam com o público, estudaram 6 anos de faculdade, mais 2 a 5 anos de especialização, sofrem agressões durante o trabalho, arriscam suas vidas em alguns casos para salvar outras, e ganham pouco mais de dois mil reais por mês como salário-base e ainda são sempre os culpados quando nao tem médico no posto, no hospital, quando não há vaga para internações e etc...... E o governo ainda tem coragem de dizer que os médicos não querem trabalhar! Por que será........
 
Vania Silva em 10/05/2011 07:45:55
Os defensores merecem um ótimo salário, trabalham muito e não atendem somentes os "cupinchas", atendem toda a população sul matogrossense, pois 95 % da populaçãoé miseravel, os outros 5% são os que conseguem ter alguma vantagem com os grandes.
O que é inadimissível, é que os "grandes" tem um salário muito bom, e a grande maioria dos funcionários ganham uma miséria e, nunca dá uma aumento bom por causa da lei da responsabilidade fiscal.
Os proefessores estudam muito, ganham uma miséria e não são valorizados pelo governo, e atualmente ainda tem a obrigação de educar os filhos mal-educados de pais irresponsáveis.
No final se estiver algo errado, como em outras reportagens o salários dos procuradores do MPE, quem vai investigar isso? E quem vai resolver?
 
Kamél El Kadri em 10/05/2011 06:35:00
Trabalhei 40 anos como professora, tenho nível superior completo, vários cursos, espacialização e hoje, APOSENTADA pelo INSS recebo 2.083,22.
Eu não tenho idéia do que é receber uma quantia dessas!!!
 
matilde pimenta em 10/05/2011 06:20:57
Se a notícia está correta, certamente o dispositivo constitucional não está sendo respeitado para fazer valer a máxima de que a justiça é cega...
 
Augusto Malheiros em 10/05/2011 05:48:54
Além de ganharem tudo isso eles ainda recebem substituição permanente. Isto é, ganham o ano todo quando deveria ser apenas nos meses que substituem outro defensor. Sem contar que tem orçamento próprio mas não tem prédio próprio. É isso mesmo, eles são autônomos em orçamento, porém, suas salas são nos prédios dos fóruns, pq isso? Pq o Judiciário tem que dar estrutura a eles se eles tem autotnomia? Se tem isso previsto em Lei a Lei é imoral, absurda e descabida.
Se querem ser autônomos que sejam em todos os aspectos. Mas sabem pq não fazem isso? Pq direcionaram todo o orçamento para os salários. Busquem ver o patrimônio da defensoria. A maioria é que dá são os conselhos da comunidade e as prefeituras. Brasil, mostra sua cara, quero ver quem paga pra gente ficar assim!!!!
 
Marco Antônio Oliveira em 10/05/2011 05:44:44
Defensores publicos merecem um salario bem alto, sim! Estão recebendo para atender à população, e fazer a justiça caminhar, um profissional bem remunerado atenderá melhor e mais satisfeito a população, fazem por merecer. Dificil são os politicos que de tão corruptos até passam desse rendimento dos promotores, mas nada fazem de bom para a população.
 
leticia mello em 10/05/2011 05:19:18
Não desmerecendo o valorozo papel de um Defensor Público, que trabalha muito, muito mesmo...seus gabinetes são abarrotados de autos processuais e pessoas esperando o atendimento, bem como, com as pecularidades para se conseguir tal carga, que exige do candidado além dos 5 anos de faculdade, 3 anos de prática jurídica e muito estudo para se conseguir passar em um concurso...mas é complicado saber que existe outra classe de servidores estaduais que lutam por ganhar um salário melhor....que arriscam suas vidas diáriamente, atrevessando noites e madrugadas em claro, para auferirem no fim do mês valores abaixo de R$2.000,00 brutos!!!!! No entanto, digno os salários que os defensores públicos ganham...absurdo é o que se paga para aos queridos Deputados, cujo aumento salarial na esfera federal refletiu em todas as unidades da federal...e isso ninguém comenta, ninguém protesta, ninguém reclama!!!!
 
Renato da Silva Aguiar em 10/05/2011 05:18:50
Estou com um processo conduzido por defensor publico...rssssss....La se foram 3 anos e essa justica fica jogando peteca com o processo kkkkkk Um defere o outro indefere... vem o feriado na sexta iiiiiiiiisujo geral.... eles ficam a semana inteira curtindo o feriado... e triste mas estes tres poderes que comandam o pais deveriam extinguir se do planeta... judiciario... executivo.... legislativo... so fazem proezas para si proprio... e nois aaaaaaaa coitado di nois vamos assistindo de camarote essses salarios astronomicos dos reis das cortes..... Triste mas verdadeiro
 
Claudio dos Reis Nobre Candido em 10/05/2011 04:51:20
Eu tb acho mto o salário, mas deve ter havido algum engano. E mesmo que fosse isso tudo, pelo menos fizeram por onde, fizeram uma faculdade, estudaram muito para passar no concurso e atendem diretamente a população nos mais variados assuntos. E nossos politicos que ganham um monte pra não fazerem nada? E alguns cargos que são apenas de indicação, onde qualquer zé ninguém o terá só por QI?
 
Jose Igatoro em 10/05/2011 04:40:20
A notícia está completamente equivocada, haja vista que não há remuneração acima do teto legal. Prudente seria checar as informações antes de publicá-las, pois, do contrário, conforme o presente caso, os leitores são induzidos a erro.
 
SILVIO CORRÊA em 10/05/2011 04:33:34
ISSO É UMA VERGONHA!!!
...eu sou um pobre cidadão que trabalho suado e ainda descontam um monte de impostos pra isso ai (pagar regalias). Ainda não tenho uma assistencia de saúde digna (preciso madrugar nos Postos), não consigo pagar um colégio particular (os públicos o governo nao investe) e segurança então? estou pagando R$ 40/mês pro guardinha da rua....essa notícia me envergonha, me indigna, me revolta.
 
Paulo Ciltrão em 10/05/2011 04:32:34
Vou dar uma sugestão: façam como os romanos dêem "pão e circo" pro povo...é o que nos resta...não aguentamos mais tanta notícia ruim!!!!!!
 
Alice Maria Torres em 10/05/2011 04:30:39
Eu escrevi ontem e repito hj...Neste Estado do MS só resta confiar na OAB e nos Correios...e se não bastasse o descrédito geral dos poderes, o governador ainda quer tornar o Sr. Antonio Russo em senador da república. Homem que quebrou metade dos pecuaristas brasileiros!!!!!
 
Fernando Oliveira Santos em 10/05/2011 04:24:41
è preciso que a Comissão de Constituição e Justiça da Assembléia estude melhor Projetos desta natureza, fazendo cumprir o Art 37, XI e XII e §4º do Art 39 da Constituição Federal, e os Assessores Jurídicos da Assembléia não podem cometer uma gafe desse tamanho, basta ver quanto ganha o Governador , um juiz ,e o cumprimento dos 90,25 do Ministros do Supremo; Isso deve ser revisto pela própria assembléia ou fiscalizado o cumprimento pelo Tribunal de Contas do Estado; Absurdo enquanto o trabalhador trabalha no sol quente para ganhar um misero salário mínimo, os que trabalham com ar condicionado com toda mordomia ganha 61 salários mínimo, isso só acontece no Brasil. Meu Deus!
 
Milton Romanini em 10/05/2011 04:23:37
Sou Defensor Público em Campo Grande, penúltimo grau na carreira, contudo não ganho nem a metade do dito nesta notícia. Temo não ser provável que alguém ganhe o noticiado.
 
Carlos Alberto Souza Gomes em 10/05/2011 04:13:01
Será??To achando este valor muito acima!!
 
Reinaldo Costa em 10/05/2011 04:11:56
Eu achava que eles ganhavam bem , mas esses valores chegam a provocar espanto, e parece descabível com as funções não? Particularmente já precisei de um defensor público, fui bem atendida, tive sorte dele ser atencioso e disposto a ajudar mesmo, mas mesmo assim, acho que essa categoria não consegue fazer ou atender muitos que precisam e buscam sua ajuda. Os serviços prestados por eles não estão a altura do que ganham, ou seja, a quantidade de cidadãos que atendem é muito pequena para a demanda da sociedade. O que deve ser feito não sei, mas isso precisa mudar.
 
telma silveira em 10/05/2011 03:52:17
Que baba, heim meus amigos?!

Que conversa é essa?

Com que responsabilidade nossos representantes legais aprovam as coisas na chamada "Casa de Leis"?!

Aonde é que vamos parar? Em que ponto estamos, onde um integrante de uma comissão tão importante diz que não leu a parte mais importante do projeto e um outro declara que não tem nada errado e que não vai rever a matéria?!

Anotei os nomes desses cidadãos aqui.

Deles só vou excluir o Pedro Kemp que fez o mínimo pelo menos, dizendo que o Judiciário é quem deverá decidir se é justo ou não, ou antes, se é legal ou não os Defensores ganharem acima do teto constitucional.

Veremos...
 
Arthur Donavann em 10/05/2011 03:38:20
Ei! se nem os promotores públicos estão respeitando a nossa Constituição Federal quem dirá o pobre coitado que trabalha 30 dias pra ganhar R$545 reais. Tem hora que nossa Constituição é tão desconsiderada que seria melhor logo rasga-la.
 
Jacques Aureliano Pires em 10/05/2011 03:30:51
Deve haver algum engano; sou Defensora Pública de Entrância Especial e não ganho nem a metade do noticiado acima. Me digam onde está o restante que vou buscar correndo.
 
Maria Salete Marques em 10/05/2011 03:18:00
Será por isso que algumas investigações não são feitas?
 
Orlando Lero em 10/05/2011 03:13:13
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions