A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018

23/06/2009 09:30

Derf apresenta autores de latrocínio de agente de saúde

Redação

Três presos pelo latrocínio (roubo seguido de morte) do agente de saúde Paulo Henrique Ribeiro, de 37 anos, ocorrido no dia 9 de maio no Bairro Mário Covas, em Campo Grande, foram apresentados nesta manhã na Derf (Delegacia Especializada de Repressão aos Roubos e Furtos).

Luciano Francisco da Cunha, de 27 anos, o "Corumbá; Willian Pereira de Araújo, de 20, o "Pelé" e Igor Sanches de Oliveira, de 28, o "Zóio", foram presos há cerca de 10 dias por policiais da Derf. Um garoto de 14 também foi apreendido por participação no crime.

Segundo a Polícia, na noite do crime, o agente de saúde foi abordado pelos quatro autores quando seguia para casa pela Rua Betóia. Ele havia saído de um bar e os criminosos o abordaram para roubo.

Paulo Henrique teve os bolsos revirados pelos criminosos que procuravam dinheiro e objetos de valor para comprar droga. Como nada foi encontrado, os agressões ficaram revoltados e a vítima foi agredida com golpe de bloco de concreto na cabeça, desferido por "Zóio".

Em seguida foi atingido por disparos efetuado por "Corumbá", mentor do roubo seguido de morte.

Depois do crime, o primeiro a ser preso foi "Pelé" que entregou os demais comparsas. Segundo a Polícia, a arma usada no latrocínio pertencia a Willian e foi emprestada ao menor que a entregou a "Corumbá".

Na apresentação, "Zóio" e "Pelé" foram separados de "Corumbá". De acordo com o delegado André Luiz Novelli Lopes, os dois comparsas têm medo de sofrer represálias por parte do comparsa considerado o mais violento.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions