A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

03/03/2008 07:41

Durante protesto índios ficaram sem 3 mil cestas básicas

Redação

Durante o protesto realizado por indígenas em frente a Funai (Fundação Nacional do Índio) de Dourados, a 221 quilômetros de Campo Grande, na semana passada, 3 mil cestas básicas deixaram de ser entregues.

Os alimentos não foram distribuídos porque a administração regional ficou fechada devido ao protesto. Os índios permaneceram em frente ao prédio em repúdio a não autorização de máquinas agrícolas na reserva indígena. A Funai reabre hoje.

Com as portas fechadas desde terça-feira, 26, ficaram prejudicados os trabalhos que seriam realizadas pela operação de Fiscalização, reinserção de crianças que estavam no abrigo às famílias indígenas. Pagamentos de dívidas também não foram feitos.

Foi interrompido ainda o programa de Qualificação de Artesanato Indígena, que teria início nesta segunda-feira, onde seriam beneficiados 120 indígenas de várias etnia.

Na sexta-feira os funcionários realizaram um mutirão para limpeza do prédio e constataram a falta de 11 sacas de 60 quilos de feijão, que estavam na varanda do prédio, além de dezenas de utensílios, como pratos, talheres, panelas, bacias e baldes, que os funcionários utilizam em campo.

O alimento faz parte das cestas básicas que estão sendo distribuídas pela Funai, liberados pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome. 

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions