A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 29 de Maio de 2017

13/08/2014 12:28

A greve mais longa dos servidores do IBGE terminou hoje no país

Luciana Brazil

A greve dos servidores do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia Estatística) chegou ao fim na manhã de hoje (13) em todo país. Foram quase três meses de paralisação, 79 dias, seis a mais que em 2012, quando os trabalhadores fizeram a greve mais longa da história.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores do IBGE/ MS, Wilson Blini, um acordo foi assinado na manhã de hoje deliberando o fim da greve. Além das melhores condições de trabalho, um grupo foi formado para discutir a transformação da carreira em ciclo de gestão. Entretanto, o Governo Federal não recuou das demissões feitas durante o movimento. Só em Mato Grosso do Sul, 28 pessoas – funcionários temporários que realizam pesquisas a campo, como a a Pnad Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios)- foram demitidas.

Caravanas de funcionários, juntamente com representantes dos sindicatos regionais, chegaram a realizar um ato em Brasília (DF) cobrando uma posição sobre as demissões, as quais considerava arbitrária.

À época, o Ministério do Planejamento alegou que em 2012, quando os servidores fizeram greve, houve acordo para o pagamento de reajuste, firmado em três parcelas. A última será paga em 2015. Por isso, a pasta afirmava que há um acordo vigente e não pretendia sentar à mesa de negociações, o que estendeu a greve. Conforme o sindicato, as demissões aconteceram porque o órgão não reconheceu o direito de greve dos funcionários.

A greve começou no dia 26 de maio e com a paralisação da categoria as pesquisas realizadas pelo órgão foram afetadas. Das 11 agências no Estado, sete estão totalmente paradas. O IBGE tem 72 funcionários efetivos e aproximadamente 80 temporários. Em 2012, a greve durou 73 dias.

Servidores do IBGE em greve e demitidos vão a Brasília para pressionar governo
Os servidores do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), em greve a quase dois meses em todo país, decidiram na última sexta-feira (1...
Com servidores parados, pesquisas do IBGE ficam comprometidas
Parados há mais de um mês, servidores do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) seguem em greve em todo país. Além dos contratados, f...
Greve no IBGE paralisa o trabalho de pesquisa em MS
Os funcionários do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) estão em greve desde ontem em todo Mato Grosso do Sul. O sindicato da categ...
Seguem abertas as inscrições para professores temporários na UEMS
Seguem abertas as inscrições para contratação de professores temporários na UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), na área de língua ing...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions