ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SÁBADO  16    CAMPO GRANDE 20º

Empregos

Domingo é dia de enfrentar 56 oponentes por vaga em concurso da Guarda Municipal

Mais de 15 mil se inscreveram para certame com apenas 273 vagas; salário inicial é de R$ 1,6 mil

Por Adriel Mattos e Dayene Paz | 19/09/2021 08:32
Mais de 15 mil candidatos estão aptos a fazer a prova escrita. (Foto: Paulo Francis)
Mais de 15 mil candidatos estão aptos a fazer a prova escrita. (Foto: Paulo Francis)

Entre momentos de expectativa e frustração, os 15,3 mil candidatos do concurso da GCM/CG (Guarda Civil Metropolitana de Campo Grande) fazem a prova escrita neste domingo (19) com esperança. São apenas 273 postos de trabalho, o que representa uma concorrência de 56 por vaga.

O secretário especial de Segurança e Defesa Social, Valério Azambuja, disse ao Campo Grande News que há uma perspectiva de 90% a 95% de comparecimento. “Acredito que todos tiveram tempo para se preparar tranquilamente”, frisou.

O concurso chegou a ficar suspenso por quatro meses devido à pandemia de covid-19, sendo retomado apenas no mês passado. Isso quase fez o agente de atendimento Kleber Augusto, de 28 anos, desistir de participar.

“Queria desistir, até dei uma desanimada. Mas a gente ganha experiência mesmo se não passar, e tem que continuar tentando”, ponderou.

Já a bombeira civil Kamila Rodrigues, de 28 anos, não perdeu as esperanças mesmo com a suspensão. “Eu me preparei bastante. Vou fazer e passar porque estudei durante esses seis meses”, afirmou.

Por outro lado, alguns candidatos perderam a esperança ao chegarem após o fechamento dos portões. “Acordei atrasado, mas no meu relógio é 8h15. Infelizmente, vamos esperar o próximo”, defendeu o eletricista Eduardo Cavalcante.

O estoquista Meckerson Pereira, 32 anos, se confundiu com os horários. “Eu acordei às 5h40 para revisar a matéria. Não me atentei que o portão fechava às 8h15, achei que fosse 8h30. Agora é esperar o próximo e continuar estudando”, afirmou.

Concurso - O concurso da GCM vai preencher apenas 273 vagas em aberto, já que a Lei Complementar Federal 173/2020, que instituiu o Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus SARS-CoV-2 (Covid-19), impede a criação de novas vagas.

Segundo a prefeitura, quando os efeitos da lei cessarem, mais aprovados podem ser chamados. O prazo entre as demais etapas e a posse será de 293 dias. “Temos ainda a investigação social, análise do perfil, exames médicos e psicológicos e o curso de formação. Nossa previsão inicial é que daremos posse em junho de 2022”, disse em agosto o secretário municipal de Gestão, Agenor Mattiello.

Com salário inicial de R$ 1.690,02 e bolsa alimentação de R$ 294, as vagas são destinadas para o cargo de GCM da 3ª classe, sendo exigido Ensino Médio completo, habilitação categorias A e B, idade entre 18 e 40 anos, estatura mínima para homens de 1,65m e mulheres de 1,60m.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário