A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 10 de Dezembro de 2019

11/12/2018 08:03

Enem para presidiários começa a ser aplicado nesta terça

Em MS 1.054 internos do sistema prisional foram inscritos no exame. As provas deixaram o Correio escoltadas nesta manhã.

Geisy Garnes
Provas foram escoltadas pelo Bope (Foto: Henrique Kawaminami)Provas foram escoltadas pelo Bope (Foto: Henrique Kawaminami)

É realizada nesta terça-feira (11) o primeiro dia de prova do Enem PPL (Exame Nacional do Ensino Médio para Privadas de Liberdade) para internos do sistema penitenciário de todo o Brasil. Em Mato Grosso do Sul, 1.054 presos foram inscritos no exame, que também acontece nesta quarta-feira (12).

As provas saíram da central dos Correios na Avenida Calógeras nas primeiras horas desta manhã, escoltadas por viaturas do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) e da Polícia Militar, em direção aos presídios onde as provas serão aplicadas.

Nesta manhã, a aplicação da prova terá cinco horas e 30 minutos para as questões de linguagens, ciências humanas e também redação. Amanhã, dia 12 de dezembro, serão aplicadas as provas de ciências da natureza e matemática, com o mesmo tempo de duração.

Segundo informações da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), no total, foram inscritos 1.054 internos dos sistemas penitenciários estadual e federal e também adolescentes das unidades de internação.

Só nos presídios estaduais foram 1.015 homens e mulheres inscritos - 338 internos na Capital, 119 em Dourados e 109 em Três Lagoas. Na Penitenciária Federal 28 internos devem fazer o Enem PPL nesta manhã. Conforme a SAS (Superintendência de Medidas Socioeducativas), nas Uneis (Unidades Educacionais de Internação), 11 adolescentes realizarão as provas.

Durante a aplicação da prova, cada unidade prisional ou socioeducativa tem um responsável pedagógico pela realização e acompanhamento das inscrições; ensalamento; transferência de participantes entre as unidades dentro do prazo previsto para inscrição, se for o caso; além da exclusão de participantes que tiverem sua liberdade decretada.

Nesses casos, o responsável pedagógico também acessa os resultados obtidos pelos participantes, e pode inscrevê-lo nos programas de acesso ao ensino superior.

De acordo com o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), os participantes com idade a partir de 18 anos podem utilizar a nota para concorrer vagas no ensino superior público pelo Sisu (Sistema de Seleção Unificada), para concorrer a bolsas no ensino superior privado pelo ProUni (Programa Universidade para Todos) e para obter financiamento pelo Fies (Fundo de Financiamento Estudantil).

Viaturas na Avenida Ernesto Geisel (Foto: Henrique Kawaminami)Viaturas na Avenida Ernesto Geisel (Foto: Henrique Kawaminami)
Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions