ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SÁBADO  04    CAMPO GRANDE 25º

Cidades

Enem terá identificação biométrica e abre inscrições em maio

Por Aline dos Santos | 15/04/2016 08:41
Em 2015, Enem teve 131 mil inscritos no Estado. (Foto: Arquivo)
Em 2015, Enem teve 131 mil inscritos no Estado. (Foto: Arquivo)

Com abertura de inscrições em 9 de maio, o Enem (Exame Nacional de Ensino Médio) terá, pela primeira vez, identificação biométrica. Conforme o MEC (Ministério da Educação), a edição do exame trará reconhecimento individual, com a impressão da digital na ficha de identificação do participante por meio de selo gráfico, autoadesivo.

“A coleta acontece no primeiro ou no segundo dia de provas; não há nenhuma possibilidade de uma pessoa fazer prova no lugar de outra”, afirmou o ministro Aloízio Mercadante.

As regras para o Enem 2016 foram publicadas na edição de hoje do Diário Oficial da União. As inscrições serão realizadas das 10h do dia 9 de maio às 23h59 do dia 20 de maio. O horário é o de Brasília.

As provas serão aplicadas nos dias 5 e 6 de novembro. Os portões nos locais de provas serão abertos às 12h e fechados às 13h (horário oficial de Brasília). As provas terão início às 13h30. O tempo extra de meia hora será usado para procedimentos de segurança, como revista eletrônica, e para dar tempo a todos os presentes de entrar em sala e guardar os pertences. O período total de duração das provas permanece em quatro horas e meia no primeiro dia (sábado) e cinco horas e meia no segundo dia (domingo).

A taxa de inscrição será de R$ 68, valor maior que os R$ 63 cobrados no último exame. Uma das novidades deste ano é que o estudante poderá pagar a taxa de inscrição em qualquer agência bancária, casa lotérica ou agência dos Correios. Até o ano passado, a inscrição era paga apenas nas agências do Banco do Brasil. A taxa pode ser quitada até o dia 25 de maio, às 21h59.

Na última edição, o Enem teve 131,7 mil inscritos em Mato Grosso do Sul, mas cerca de 40 mil não compareceram para fazer as provas. Desta forma, o Estado teve o terceiro maior índice de abstenção no Brasil.