A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

20/12/2013 15:04

Ex-policial promoveu chacina no Santa Luzia para vingar briga em bar

Edivaldo Bitencourt e Filipe Prado
Ex-policial, com extensa ficha criminal, executou chacina para vingar briga em bar (Foto: Simão Nogueira)Ex-policial, com extensa ficha criminal, executou chacina para vingar briga em bar (Foto: Simão Nogueira)

O ex-policial militar Cláudio José Andrade dos Santos, 55 anos, é suspeito de ser o autor da chacina que resultou em três mortes no dia 18 de novembro deste ano no Bairro Santa Luzia. Ele matou os irmãos e um terceiro homem para vingar uma briga em bar cinco dias antes do crime.

Conforme o delegado Fábio Peró, da Derf (Delegacia de Roubos e Furtos), o ex-policial comandou os assassinatos para vingar uma briga com Edgar José Duarte, 38, ocorrida em um boteco da região. Ele contratou um homem de 32 anos para ajudá-lo na vingança.

Autor de uma extensa ficha criminal, que inclui tráfico de drogas e tentativas de homicídio, Santos confessou a chacina, segundo Peró. Ele contou que só não matou Edgar durante a briga porque estava sem uma arma de fogo.
O assassinato foi premeditado. Ele contou que contratou um homem para executar o crime, mas o companheiro não sabia dirigir e Cláudio foi obrigado a dirigir até a casa de Edgar Duarte, no Bairro Santa Luzia.

Ao chegarem ao local, eles acabaram simulando um assalto para ganhar tempo, porque o alvo tinha indo dentro da casa buscar mais água para o tereré.

Ao voltar da residência, Edgar foi atingido por um tiro disparado pelo ex-policial. O comparsa atirou contra o irmão dele, João Carlos Duarte, 26. Maurício Martins da Silva, 31, foi tentar defender Edgar e levou um tiro certeiro na cabeça da arma em poder de Cláudio.

Peró diz que assassino confesso poderá ser condenado a 60 anos de reclusão (Foto: Simão Nogueira)Peró diz que assassino confesso poderá ser condenado a 60 anos de reclusão (Foto: Simão Nogueira)

Em seguida, o ex-policial caminhou até Edgar e o executou com mais dois tiros. Os dois fugiram do local do crime, mas imagens do sistema de segurança da região revelaram o Palio, com placas do Paraná.

A polícia só chegou ao carro ao chegar, primeiro, também por meio de imagens, a um outro veículo, que era de uma testemunha dos assassinatos. Ela contou que o Palio tinha participado das execuções.

Para despistar os policiais, Cláudio viajou para São Paulo e revendeu o carro ao mesmo comprador. Os policiais ficaram de campana por três dias no Jardim Danúbio Azul, onde o ex-policial reside, e o prenderam no dia 12 deste mês, após o seu retorno de São Paulo.

Peró contou que ele foi indiciado pelos crimes de homicídio qualificado, crime por motivo fútil e por ter dificultado a defesa da vítima. A pena pode chegar a 60 anos de reclusão

Irmãos mortos em chacina eram temidos no bairro, dizem moradores
Os dois irmãos mortos, na noite de ontem (18), durante chacina no Bairro Santa Luzia, em Campo Grande, eram temidos pelos moradores da região. Em ent...
Autorização para psicólogos aplicarem terapia de reorientação sexual é mantida
O juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasília, decidiu hoje (15) tornar definitiva a decisão liminar (provisória) que havia pr...


A prisão dele não vai trazer de volta o Edgar, nem o irmão, nem o amigo, nem acabar com a dor da família, mas pelo menos traz algum conforto por saber que este homem mofará um bom tempo na cadeia. Minha família conhecia e admirava o Edgar por sua honestidade e bom coração e sabemos que ele não merecia de modo algum esse fim. Que o tempo alivie a dor da família.
 
Ana Cássia em 21/12/2013 14:09:18
alguém já viu algum Parlamentar: Deputado Federal e Senador, fazendo alguma coisa para mudar isso???? Muita gente pensa que é o Governador, Presidente ou o Prefeito que são responsáveis por essa mudança. Temos que cobrar desses parlamentares algum serviço.
 
luiz alves em 20/12/2013 21:51:46
Só não valem críticas a Instituição e seus profissionais. É ex policial militar, mas poderia ser ex médico, ex advogado, ex gari, enfim, ex qualquer outra profissão. Importa é que foi preso, e, em que pese a frouxidão das leis, ainda assim, "pagará" pelos atos praticados.
 
Fernando Silva em 20/12/2013 21:27:45
Porque a polícia não matou logo esse. Vai ficar uns dias no xadrez, comendo com o dinheiro dos impostos que pagamos e amanhã estará solto, matando mais alguém.
 
jose rodrigues em 20/12/2013 19:44:40
uns dos motivos que parei de beber e ir nos copos sujos da vida.
 
valdenir nunes em 20/12/2013 18:04:51
A Justiça de Deus será feita.
Eu sei que a prisão deste homem, não trara eles de volta. Mais que a Justiça seja feita. Oque me entristece é saber que 60 anos de prisão? isso jamais ira acontecer, enquanto a justiça prende homens que muitas vezes não merecem estar presos! existem pessoas frias no mundo tirando a vida de outras que tem sonhos. Se este homem esta ou não falando a verdade, as pessoas precisam saber que os três rapazes eram homens trabalhadores e honestos, e por mais que seja qualquer defeito. Ninguem alem de Deus deve tirar a vida de alguém. Pois saibam que ele levou os três e levou nossos sonhos e planos. Ele destruiu duas famílias que até hoje não aceitam a perda. Saudades Eterna de vocês João Carlos e Edgar !
 
Patricia Verardi em 20/12/2013 17:49:17
Desgraçados, eu espero que eles mofem na prisão. Embora isso não traga meu primo de volta, e não diminua o sofrimento da minha familia, a justiça é o minimo que esperamos. Meu primo morreu tentando defender um amigo, ele foi um heroi... no mundo egoista e individualista em que vivemos, são raros os que arriscariam a propria via para defender o proximo. Maumau, você é um herói! Descanse em paz, a justiça será feita!
 
Andreia Moura em 20/12/2013 15:51:40
Esse é o problema.
Com uma lei como essa que está em vigor, um criminoso como esse com extensa ficha criminal, porque tá solto?
Agora com 3 homicídios, talvez pegue uma pena maior, mas tem os benefícios, as progressões, etc e tal.
As leis são ótimas, dizem os entendidos.
Pra mim é a exata exemplificação da falência da lei.
E falência do Estado.
Parabéns a polícia. No jogo do prende e solta sob a excelente lei, vários criminosos vão passando anos dando trabalho.
 
Adriano Magalhães em 20/12/2013 15:33:14
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions