A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

03/04/2008 17:30

Funcionários dos Correios decidem manter greve em MS

Redação

Em assembléia realizada nesta tarde, funcionários dos Correios em Mato Grosso do Sul rejeitaram a proposta do governo federal e decidiram manter a paralisação iniciada na terça-feira. Cerca de 250 pessoas participaram da assembléia.

Os trabalhadores exigem o cumprimento de um acordo assinado em novembro de 2007 pelo ministro das Comunicações, Hélio Costa, e pelo presidente dos Correios, Carlos Henrique Custódio. O termo de compromisso prevê o pagamento a partir de março deste ano, do adicional de risco aos carteiros, no valor de 30% do salário-base. Na última semana a empresa resolveu suspender o pagamento.

Outra reivindicação da categoria diz respeito à participação nos lucros referente a 2007, ano em que a catagoria alega que os Correios obtiveram lucro recorde de R$ 830 milhões. Os trabalhadores denunciam o favorecimento de chefes, gerentes e diretores dos Correios, que receberam a título de PLR valores até 300 vezes maiores que os pagos aos trabalhadores.

Após a paralisação, a proposta apresentada foi de que o acordo passe a ser cumprido daqui a três meses, quando também voltaria a ser discutida a distribuição dos lucros.

No Estado, o Sindicato diz que a greve atinge 70% dos 1,4 mil funcionários. A empresa afirma que a adesão é menor, de 30%.  A categoria está em assembléia permanente e pode haver uma mudança na decisão amanhã.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions