A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

31/05/2013 10:31

Grupo terena volta à sede da fazenda Buriti e bloqueia acessos

Ângela Kempfer e Viviane Oliveira, de Sidrolândia
Sede da Buriti foi queimada ontem. (Foto: Vanderlei Aparecido)Sede da Buriti foi queimada ontem. (Foto: Vanderlei Aparecido)

Cerca de cem índios da etnia terena voltaram a invadir nesta sexta-feira a fazenda Buriti, em Sidrolândia. Eles montaram acampamento ao lado da sede queimada durante confronto com a Polícia na manhã de ontem.

Logo cedo, quando a equipe do Campo Grande News passou pela propriedade, todos os acessos estavam liberados, mas por volta das 9h30 os terena trancaram a porteira e bloquearam a passagem na estrada vicinal que leva à propriedade.

Há dois índios de motocicleta na estrada, impedindo o acesso. Eles garantem que o movimento vai aumentar. Dizem que, após o sepultamento de Oziel Gabriel, todas as famílias que estavam na fazenda até ontem vão retornar à área. 

Oziel foi baleado ontem, durante o cumprimento da ordem de reintegração de posse da Justiça Federal. Amigos e parentes estão neste momento no velório do terena. 

Apesar da desocupação feita à força pela Polícia Militar e Polícia Federal, nenhum segurança ficou no local para impedir uma nova invasão.



Virou bagunça!! Pode fechar o Brasil, isso aqui não vai pra frente.
 
Marcos Maia em 01/06/2013 10:39:13
Saudades do Militarismo! Isso já estaria resolvido a muito tempo! Agora ficam dando razão para esses bandidos, que usam roupas, colocam um cocar comprado, e se dizem índios! "Nós não atiramos em ninguém, não temos armas" , viram o vídeo no jornal nacional? O bandido com um "trabuco", atirando na polícia. Borracha nesse povo! A população que produz e paga impostos para sustentá-los não aceita mais esse tipo de comportamento. Presidenta, acorde para vida, ou Vossa Senhoria vai ser responsável pelo início de mais uma guerra civil.......já que o governo não faz nada, os produtores tem que se defender!
 
Cláudio Oliveira em 01/06/2013 10:19:09
O preconceito aos indígenas se deve em grande parte a ignorancia da história do Brasil, os defeitos na educação recebida na escola e em casa. Índio é ser humano, e não bicho, tem uma cultura diferente a dos brancos, nem por isso é inferior.Índio por ser donos desta terra brasileira invadida por nós merece pelo menos nosso respeito. Este preconceito mostrado aqui infelizmente também é apoiado pelo Governo Federal. Donos desse comentários vcs são ignorantes, preconceituosos, e é notável a falta de conhecimento por parte de vcs. Um nível abaixo da dignidade dos indígenas.
 
Anete Nogueira em 01/06/2013 10:15:06
Parabéns a policia. Excelente trabalho! Pena que nao matou mais vagabundos e vândalos. Índio nao agrega nada ao Brasil. Nao trabalha, nao produz. É um parasita que só serve para viver de bolsa família e bolsas assistenciais. Olhem as outras aldeias evejam oque produzem. Gostam de arrendar terras pra tomar álcool e usar droga.
 
Alfredo Pedro da Silva em 01/06/2013 10:01:14
Opa ... embora caucasiano, também sou índio ... então também quero terras e as "bolsas da vida", pois não posso trabalhar, não posso ser preso e tenho o direito de agredir qualquer um!
 
Caio Andrade em 01/06/2013 09:07:38
Tenho saudades do tempo onde não podia questionar nada, mas não escutava ou lia o que acontece no momento nesse país!! tem momentos que questiono essa tal democracia!!
 
Caio Prado em 01/06/2013 09:06:07
É como diz, quem procura acha, esses indios procuraram a morte e encontraram, acho um absurdo o que tá acontecendo, uma vergonha, esses indios tem que tomar rumo e procurar trabalhar em vez de ficarem invadindo terras que não pertencem a eles, agora fica essa balhaçada querendo saber de onde saiu o tiro que matou esse indio, mais pergunto, será que vão procurar saber quem atirou fogo na sede da fazendo, destruindo tudo??? Indio pode tudo, por isso são tão sem vergonha como são... esse é nosso pais e a justiça dele!!! Fica aqui minha revolta!
 
Suelen Gomes em 01/06/2013 08:36:39
Índios modernos com leis antigas? esses índios BRASILEIROS tem que se comportarem como todo cidadão normal...índio de roupas, celulares, note, tablet são brasileiros como todo mundo então tem que obedecer as leis como todos e não ficar a custa do governo alias Nós que pagamos isso. Pra que mais terra pra índio? eles não cuidam nada das terras que ja possuem eles querem mesmo é viver nas cidades como mostram essas fotos índio de roupa... essas ONG'S que apoiam é que querem explorar esses índios que são massa de manobra. Por que essas ONG'S não acham terras em São Paulo, Rio de Janeiro que eram dos índios também?? só aqui que é problema pra Funai.. Vamos mudar essas Leis senhores!!!! Com a palavra o Governo Federal!!!!
 
Roger Brites em 31/05/2013 20:53:09
Realmente virou bagunça, é isso que dá alguem ter dito que o indio é o verdadeiro dono das terras no Brasil, eles acreditaram e agora não obedesse a ninguem, invadem o que querem e quando querem, e fica por isso mesmo. tai o ditado popular, inves do cachorro mijar no poste e o porte que ta mijando no cachorro, chupa essa manga.
 
alceu silverio de moraes em 31/05/2013 19:29:18
índio de calça jeans,celular,moto e cabelo cortadinho.invadem uma área particular,queimam tudo,desacatam a autoridade policial,descumprem uma ordem judicial,reagem violentamente usando inclusive crianças e ainda são tratados como vítimas?muita hipocrisia deste bando de hienas que vivem as custas dos índios e gastam fortunas do dinheiro público.
 
Carlos Henrique em 31/05/2013 18:17:05
É só derrubar um caminhão de pinga lá perto que esses índios esquecem rapidinho das terras
 
Antonio Maria em 31/05/2013 17:56:17
Cicero me desculpa mas se o indio quer dar continuidade a sua cultura, se afasta das cidades, para de usar celular, de mandar filho pra escola, de andar de carro e moto, enfim, seja INDIO, hoje em dia não existe mais indio, os nossos só gostam de cachaça e os norte americanos que são mais espertos são donos de cassino em Las Vegas, ninguem mais é indio não filho, é tudo a mesma coisa.
 
MAXIMILIANO RODRIGO ANTONIO NAHAS em 31/05/2013 17:43:45
é uma vergonha, tanto os indios como os sem terra não invadem terra do governo, por que será? Por que são dois pesos e duas medidas, a pessoa que trabalho a vida toda pra conseguir comprar uma terra pode te-la tomada pelos indios ou sem terra a qualquer momento sem poder dar um beliscão nos vagabundos, sim quem não trabalha é vagabundo, agora vai invadir uma propriedade do governo, voce some na hora e ninguem nunca mais te acha, mas eles não são bobos e sabem que a população nada pode, só quem tem direito é indio, sem terra e governo. VÃO TRABALHAR por favor, ou logo o mundo vai virar uma anarquia e se a população realmente se juntar, não tem indio, mst ou governo que segure, o problema do brasileiro é ser um bicho COVARDE, nisso os argentinos estão muito a frente.
 
MAXIMILIANO RODRIGO ANTONIO NAHAS em 31/05/2013 17:40:28
.quer terra ? manda tudo pra amazonia, vamos ver se são indio mesmo..ou são uns pseudo cabeças de bagre liderados pela famigerada pastoral da terra e pela funai que não fz nada alem de gastar dinheiro com cachaça nas festanças e bebedeiras desses vagabundos..indios? ja foram um dia..hoje são na maioria bebados ..alem de vagabundos.
 
marcelo gomes em 31/05/2013 17:13:13
Senhor Samuel Gomes TERENA, não sou playboyzinho, sou Brasileiro, assim como o senhor. Acordo às 6 da manhã de segunda a sábado, para trabalhar. Pago IMPOSTOS para manter a FUNAI, para dar cesta básica para quem realmente necessita e para quem não necessita. Acredito que no Brasil não existe índio nem homem branco, existem BRASILEIROS, e todos devem respeitar às LEIS. O que está acontecendo nessas terras é CRIME e deve ser combatido como tal, tolerância ZERO para baderneiros. JUSTIÇA!
 
Edson Peralta em 31/05/2013 17:12:40
indio tem mesmo e que trabalhar para se sustentar, pois ficar nessa vidinha de ter 2 ou 3 mulheres para fazer filhos o dia inteiro, e depois mandar elas trabalharem, cade as feministas que admitem isto, esse negocio de indio só para reivindicar terras ja era. Termina este movimento ai eles vão para cidade beber e fazer baderna, ta na hora da sociedade interessada se mobilizar, pau neles , indios da fronteira com paraguai e bolivia não estavão aqui no tempo da descorberta do país, eles vieram do tchaco paragauio e boliviano, por volta de 1700 a 1800.....

 
adalberto moreira goes em 31/05/2013 16:44:48
PARABÉNS AO POVO INDÍGENA , GUERREIRO . DÊ AO ÍNDIO O QUE É DELE , PORÉM SEM DIREITO AO CELULAR, ANTENA PARABÓLICA, MAQUINÁRIO , ROUPA DA ¨MODA¨ ENTRE OUTRAS DA CULTURA BRANCA. ÍNDIO VERDADEIRO , A TERRA E NADA MAIS POIS ELE , REALMENTE ÍNDIO, NA TERRA VIVERÁ E FELIZ....COMO SEMPRE FORAM...
 
marcos silva em 31/05/2013 16:42:49
Por que índio pode andar armados, com arma de fogo, e sem documentos?
 
Roberto Miguel em 31/05/2013 16:08:46
O poder público está errado e os índios estão errados! O fazendeiro está defendendo a terra que ele comprou e pagou! Se o poder público decidir que aquelas terras são indígenas, que demarque e desaproprie, indenizando o atual dono para que ele deixe a terra e os índios possam tomar posse, caso contrário, cada um permaneça no que é seu.
 
Antonio Carlos em 31/05/2013 16:03:14
acorda meu amigo, quem disse que índio reivindicam propriedade para enriquecer, os índios querem tão somente um pouco do que lhes pertencem, os índios precisam e devem dar continuidade de sua cultura, porem uma coisa é certa temos que devolver pelo menos uma parcela daquilo que em época passada subtraíram, ou seja, o direito de viver no seu habita-te natural.
 
Cicero Aparecido Pereira em 31/05/2013 16:01:52
INAPTOS PERANTE A LEI ATÉ ONDE, CASSA UM EMPREGO E VAI TRABALHAR. AS TERRAS TEM REGISTRO E PASSARAM POR ORGÃO PUBLICO ATE CHEGAR NA MÃO DE QUEM ESTA. O EXERCITO AJUDARIA A MANTER A ORDEM PUBLICA, JÁ QUE ESTE POVO É DO PARAGUAI.
 
RENATO REBEQUE em 31/05/2013 14:46:58
A N T O N I O B A R B O S A, você disse tudo. O nosso País é ótimo o que não presta é o povo que, ainda, sustenta e aceita esse corja de incompetentes dos Três Poderes que fingem que governam esta Pátria.
 
Luis Acordado em 31/05/2013 14:18:18
Até a presente data, não vi plantação alguma, cultivada por indios, não vi eles preparar terra, pra que eles querem estas propriedades?
 
Mirtes Lourenço Camilo em 31/05/2013 14:15:05
"Art. 67. A União concluirá a demarcação das terras indígenas no prazo de cinco anos a partir da promulgação da Constituição." Deus do céu, se a nossa carta magna construída sob a presidência do maior homem público que esse país já teve, O ENTÃO DEP FEDERAL ULISSES GUIMARÃES já traz em seu texto a demarção das terras indígenas 05(cinco) anos após a sua promulgação, isso significa que o prazo já expirou a 08(oito) anos atrás, ou seja, quem esta desrespeitando artigo constitucional pode ser o judiciário, ou pode ser os ruralistas, associação de produtores rural, etc., menos as populações indígenas. Penso que são brasileiros indignados com um estado democrático de direito que não cumpre e tampouco faz cumprir a sua lei máxima. Sou contra a violência mas estou ao lado dos índios.
 
Antonio Barbosa em 31/05/2013 13:20:21
Eu estou de saco cheio desse negócio de índio "ser o bom selvagem". Se o índio, Samuel Gomes, aí de cima diz que vai ao Shopping é por que deve ter se enchido de ficar com pé no chão. Foi-se o tempo que índio aqui em MS quer viver isolado. Índio também tem que cumprir regras !
 
Monica Marcato em 31/05/2013 13:19:38
Tenho pena do pobre Índio que foi assassinado, mas admiro a força e coragem desses Povos Indígenas que não se calam diante das aberrações a que são submitidos. Com certeza, a grande maioria dos que criticam os Índios são as mesmas pessoas que votam em políticos corruptos e se calam diante de suas atrocidades ou talvez não têm consciência do que estão falando.
 
Luis Acordado em 31/05/2013 12:24:32
Edson peralta, você deve ser um daqueles boyzinho que não conhece a realidade brasileira, ou seja um grande ignorante. Não só usamos jeans de marca, moto de primeira, celular androide, notebook, como também somos médicos , advogados, engenheiros e universitários... você, Peralta queria o quê? Índio, escravo, índio bobo e pelados que come gente? Eu como. Infelizmente, como leitor assíduo do Campo Grande News, tenho que defrontar com comentários de gente desse naipe. Agora,dá licença que índio vai ao shopping comprar um pisante da Nike pra ir ao enterro do índio morto na aldeia Córrego do Meio.
 
samuel gomes TERENA-campo grande em 31/05/2013 11:39:38
"É obvio que os indigenas irão invadir a fazenda novamente,afinal quem dita as regras são eles,estão imunes as leis,não respeitam a justiça,a policia,não respeitam ninguem e depois ainda querem lutar pelos seus direitos"
Porque não invadem e depredam o palácio do planalto?
Porque não invadem BRASILIA?
Os indios estão perdendo o respeito,estão agindo como vandalos,pois se assim não fosse,não teriam depredado aquele lugar
A luta é pela terra ou pela ganancia?
 
mari dias em 31/05/2013 11:09:58
Índios de calça jeans, sapato e andando de moto?
 
Edson Peralta em 31/05/2013 11:06:23
Minha indignação a Funai e ao Cimi!

Essas 2 instituições ficam incentivando os Indios a não cumprirem a Lei, badernar, invadir propriedades privadas escrituradas pela união!

Está aí o resultado: MORTOS E FERIDOS
 
Lucas Lemos Monteiro em 31/05/2013 11:02:59
Tantas evoluções materiais e os humanos continuam plantando historias infelizes. Conflito de terras “índios e brancos”... Hoje tem uma família que chora, ao redor de um corpo que ontem com vida, agarrou se na esperança içando pelos seus direitos o mais alto possível; por esta ocasião tombou se sem vida.
 
Gabino lino em 31/05/2013 10:55:04
Tantas evoluções materiais e os humanos continuam plantando historias infelizes. Conflito de terras “índios e brancos”... Hoje tem uma família que chora, ao redor de um corpo que ontem com vida, agarrou se na esperança içando pelos seus direitos o mais alto possível; por esta ocasião tombou-se sem vida.
 
Gabino Lino em 31/05/2013 10:53:48
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions