A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

05/04/2008 13:22

Hipertensão atinge 24,8% e diabetes 4,2% em Campo Grande

Redação

O estudo Vigitel (Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico) do Ministério da Saúde, põe Campo Grande em alerta em relação à hipertensão: 24,8% da população se declara hipertensa.  A maior quantidade de indivíduos nesta condição está no Rio de Janeiro (27%) e a menor em Palmas (13,8%). Entre os homens, é a terceira capital, onde eles mais referem hipertensão (23% dos entrevistados). Recife é capital com mais diagnóstico auto-referido de hipertensão (26,7%), considerando apenas os homens. O Rio de Janeiro é a capital onde mais mulheres declaram ter a doença (31%) no país.

Quanto à diabetes, Natal é a capital onde há maior quantidade de diabéticos autodeclarados, eles somam 7,5% da amostra. A capital com menor parcela de diabéticos é Boa Vista, com 1,8% da população. Campo Grande tem 4,2% de indivíduos que relatam o problema.

Entre os homens, a capital onde mais indivíduos refere a doença é Cuiabá (6%) e entre as mulheres Natal (9%). Considerando toda a população adulta das capitais estudadas, 5,7% das mulheres referem ter diabetes contra 4,8% dos homens. O diagnóstico da doença se torna mais comum com o aumento da idade.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions