A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

28/01/2009 20:22

Homem de 18 anos foi morto por engano hoje na fronteira

Redação

A suspeita era de que duas pessoas foram assassinadas hoje por pistoleiros na linha internacional que divide Brasil do Paraguai por acerto de contas. Contudo, o mecânico Max da Silva tem 18 anos, foi executado por engano com 17 tiros, informou a Polícia.

Ele estava com Ricardo Velasques Arce, de 35 anos, executado com 25 tiros. Eles foram atingidos na cabeça e no peito e moravam em Ponta Porã.

De acordo com a polícia, o alvo dos pistoleiros seria Ricardo. Ele foi um dos dois únicos sobreviventes de um atentado que matou outras três pessoas em um bar em Ponta Porã, no último dia 4.

Segundo a polícia, Max estaria trabalhando quando o cliente Ricardo pediu para que ele o acompanhasse até o Paraguai. O objetivo do trajeto seria a compra de peças para o carro de Ricardo que apresentava problemas mecânicos.

As vítimas ocupavam um veículo Parati, placas KBH-4537, acompanhadas de duas crianças e ao chegarem em frente a loja de peças foram abordadas pelos assassinos; dois homens que ocupavam uma motocicleta.

Os corpos dos brasileiros foram encaminhados para o IML (Instituto Médico Legal) de Pedro Juan Cabalero. As duas crianças que estavam no interior do veículo nada sofreram.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions