A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

23/12/2009 10:20

Incra dá 90 dias para 56 famílias contestarem Picadinha

Redação

O Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) concluiu o processo de demarcação da Comunidade Quilombola Dezidério Felipe de Oliveira, conhecida como Picadinha, em Dourados, a 230 quilômetros da Capital. Com a publicação do relatório no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira, as 56 famílias de produtores rurais terão 90 dias para contestar o processo administrativo.

Segundo o relatório assinado pelo superintendente substituto do órgão, Waldir Cipriano Nascimento, Picadinha terá uma área de 3.538 hectares e beneficiará 60 famílias descendentes de quilombos.

Dos 56 proprietários, 10 não apresentaram os documentos para comprovar a posse da área e ter direito à indenização. O prazo de três meses conta a partir de hoje.

A Comunidade Quilombola em Picadinha é alvo de protestos dos produtores rurais, que querem impedir a demarcação. O vice-presidente da Associação dos Moradores de Picadinha, Néri Decian, afirmou, durante protesto no mês passado, que o Governo federal estará cometendo uma injustiça com os donos das áreas.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions