A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

12/02/2008 09:10

Índio de 16 anos se enforca na Bororó; 6º caso do ano

Redação

O guarani Nilson Romeiro Lopes, de 16 anos, foi encontrado enforcado na manhã desta terça-feira na aldeia Bororó, em Dourados. O que torna o caso ainda mais trágico é que o irmão dele, um rapaz de 21 anos, também suicidou em setembro do ano passado. Só este ano são seis casos de suicídio de índios: um em Amambai, dois em Dourados, dois em Tacuru e outro em Novo Horizonte do Sul.

Na avaliação do irmão mais velho de Nilson, Albino Romeiro, de 33 anos, o problema é o fácil acesso às bebidas alcoólicas. O suicídio entre índios é tratado como uma questão de saúde pública em Mato Grosso do Sul.

Conforme a Funasa, foram 42 casos no ano passado, a maior parte deles envolvendo jovens da etnia caiuá-guarani. A raiz do problema é a questão fundiária e as distorções sociais causadas pela proximidade entre as aldeias e a cidade, além do alcoolismo. Para enfrentar o problema a Fundação informa que está atuando com psicólogos nos pólos de Mato Grosso do Sul.

A Funasa informa que, de forma pioneira, contatou no ano passado quatro psicólogos para trabalhar a saúde mental dos índios. A Fundação reconhece que o número de profissionais é pequeno e, segundo o coordenador regional, Flávio Brito, a intenção é ter um psicólogo atendendo em cada um dos 13 pólos. (Com informações do Dourados News)

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions