A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 14 de Outubro de 2019

10/01/2019 18:50

Ações contra o Aedes aegypti resultaram em vistorias a 6,8 mil imóveis

Vigilância em Saúde de Corumbá totalizou 11 casos confirmados de dengue, 4 de chikungunya e um de zika até a penúltima semana de 2018

Humberto Marques
Corumbá registrou 11 casos confirmados de dengue até o fim de 2018; prefeitura realizou ações em centenas de residências. (Foto: Renê Márcio Carneiro/PMC)Corumbá registrou 11 casos confirmados de dengue até o fim de 2018; prefeitura realizou ações em centenas de residências. (Foto: Renê Márcio Carneiro/PMC)

Boletim epidemiológico da Vigilância em Saúde de Corumbá –a 419 km de Campo Grande– apontam que, de 16 a 22 de dezembro, foram vistoriados 6.801 imóveis no município durante ações de rotina contra a proliferação do mosquito Aedes aegypti. As medidas envolveram eliminação de potenciais focos e orientações para que evitem o acúmulo de materiais que permitam acúmulo de água e, desta forma, criem ambientes para a procriação do inseto.

Até a data, a Prefeitura de Corumbá notificou 188 casos de dengue, dos quais 11 forma confirmados. Também houve 20 notificações de casos de zika vírus, com um caso confirmado –no bairro Cristo Redentor. Também houve 37 notificações de febre chikungunya, com 4 casos confirmados.

A Saúde corumbaense ainda contabilizou, neste ano, 12 casos confirmados de leishmaniose visceral –transmitida pelo mosquito palha– e duas da variedade tegumentar da doença. O município ainda contabilizou 12 casos suspeitos de infecção por influenza. Por fim, o boletim ainda registrou 1.352 casos de conjuntivite na cidade neste ano.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions