A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Janeiro de 2019

11/01/2019 18:32

Conselho Tutelar aponta “epidemia de automutilações” depois de novo caso

Adolescente de 15 anos foi acudido depois de transmitir vídeo em rede social no qual se cortava; em 2018, foram mais de 80 casos em Três Lagoas

Humberto Marques
Conselho Tutelar de Três Lagoas confirmou que vai investigar motivações de adolescente. (Foto: Hugo Leal/JP News/Arquivo)Conselho Tutelar de Três Lagoas confirmou que vai investigar motivações de adolescente. (Foto: Hugo Leal/JP News/Arquivo)

O Conselho Tutelar de Três Lagoas –a 338 km de Campo Grande– apura uma “epidemia de automutilação” que tem se espalhado entre jovens do município. Nesta sexta-feira (11), um adolescente de 15 anos foi socorrido após transmitir ao vivo, por meio de rede social, vídeo em que se feria propositalmente.

Segundo o JPNews, até o momento em que o vídeo foi postado, houve 30 visualizações e internautas comentaram reprovando a ação. O rapaz, que estuda na zona rural da cidade, teria produzido as imagens por volta das 6h. Três horas depois, o conteúdo foi removido da rede social.

Acionado por um amigo do garoto, o Conselho Tutelar recebeu denúncia e informou que vai investigar o caso. Uma testemunha disse que ter sido a primeira vez que o garoto postou um vídeo da prática –na qual ele fez cortes superficiais no braço. Ele foi encaminhado à Clínica da Criança.

A conselheira Adriane Alves informou que “houve uma demanda crescente e alarmante destes casos em Três Lagoas”. Da mesma forma, a coordenadora da Clíncia da Criança, Alexandra Nunes de Souza, destacou que em 2018 foram mais de 80 casos do tipo na cidade. “Muitos jovens estão em acompanhamento aqui na clínica. E os casos estão aumentando a cada dia”, declarou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions