A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 24 de Setembro de 2017

10/08/2017 12:23

Casas são demolidas e 13 pessoas despejadas de área pública

Priscilla Peres e Helio de Freitas, de Dourados
Famílias retiraram móveis antes das casas serem destruídas. (Foto: Helio de Freitas)Famílias retiraram móveis antes das casas serem destruídas. (Foto: Helio de Freitas)

Treze pessoas foram despejadas e aguardam suas casas serem destruídas por um trator, nesta manhã (10) em Dourados - distante 233 km de Campo Grande. As quatro residências foram construídas em uma área pública e segundo a prefeitura, estavam irregulares.

Foi realizada hoje a reintegração de posse da área localizada na Vila Erondina, após ordem de despejo da 6ª Vara Civil. Os moradores foram surpreendidos pelas equipe da prefeitura, Justiça, polícia e uma retroescavadeira usada para demolir as casas.

Os moradores afirmam que moravam no local há mais de 30 anos e recentemente tiveram uma reunião com dois secretários da prefeitura, que prometeram que eles não seriam desejados. As informações são do morador Adão Pereira da Silva Júnior.

Idoso, Adão disse que ele comprou os terrenos há 16 anos e que o morador antigo tinha ganhado a área na administração do ex-prefeito Braz Melo. Os moradores afirmam quem não tem para onde ir e, sem as casas de madeira, vão morar na rua.

A prefeitura entrou com ação de reintegração de posse no dia 4 de julho alegando a necessidade de construir um Ceinf (Centros de Educação Infantil) na área. O recurso já estaria disponível e deve ser aplicado nessa obra.

A assessoria de imprensa da prefeitura informou que as casas foram construídas irregularmente em área pública, e as desocupações estão sendo feitas mediante ordens judiciais. Sobre o destino das famílias, a prefeitura afirma que eles não podem ser encaminhados para a fila da habitação pois perderam o direito ao invadir as casas.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions