A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

24/11/2015 15:06

Chuva acelera desmoronamento, que arrasta carros e barracão; veja vídeo

Priscilla Peres
Veículo foi levado pela enxurrada de córrego. (Foto: Jhony Lopes)Veículo foi levado pela enxurrada de córrego. (Foto: Jhony Lopes)

Um deslizamento de terra em Tacuru - distante 427 km de Campo Grande, destruiu um barracão localizado nos fundos de uma residência. Toda a estrutura de madeira e dois veículos foram levados pela enxurrada do córrego Português, que passa dentro da cidade.

Moradores gravaram momento em que começou o deslizamento da terra, até que todo o barracão é levado. A casa da família foi interditada por risco de novos desmoronamentos. Desde ontem tem chovido muito no município, causando vários outros estragos, como a queda de pontes na área rural.

O município está isolado e para chegar até lá é preciso pegar um desvio por uma estrada vicinal. Isso porque grande parte da rodovia MS-160, a 100 metros da entrada da cidade, desmoronou devido a uma erosão.

Cratera se formou em rodovia que liga ao município. (Foto: Jhony Lopes)Cratera se formou em rodovia que liga ao município. (Foto: Jhony Lopes)

A ponte do português que da acesso ao assentamento Conquista e a Fazenda Ultramar também foi levada pela correnteza do rio. A Defesa Civil foi acionada para obter informações mais precisar dos estragos e calcular o prejuízo causado pela chuva.

Ao site A Gazeta News, o prefeito de Tacuru, Paulo Pedro Rodrigues (DEM) disse que estava e Campo Grande, mas que já havia feito contato com o governo do Estado e a Agesul, pedindo uma equipe para ajudar a fazer o levantamento dos estragos.

Ainda de acordo com ele, choveu 183 milímetros de ontem até hoje. A previsão é de que o prefeito declare situação de emergência no município.

Mais chuva - Também choveu forte nas cidades vizinhas de Tacuru entre ontem e hoje. Em Sete Quedas o acúmulo de chuva chega a 86,8 milímetros, enquanto em Amambai soma 96 milímetros, segundo dados do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).

Em Amambai mais de 500 casas foram alagadas, estradas ficaram cheias de água impedindo a passagem de veículos, árvores caíram e cabeças de gado morreram devido ao raios.

Em Caarapó, choveu quase 100 milímetros fazendo o córrego Saiju transbordar e avançar pela BR-163. O tráfego de veículos precisou ser interrompido pela CCR nesta manhã, por cerca de três horas.



APÓS ASSISTIR O VIDEO É FACIL DIZER O QUE ACONTECEU, O HOMEM COM A SUA GANANCIA INVADE A AREA DE ESPAÇO DO RIO E DESMATA SEM PREOCUPAÇÃO NENHUMA, E AGORA PAGA O PREÇO. O ESTADO DEVE REVER A AREA DE LIMITAÇÃO DE AÇÃO DO HOMEM POIS CASO CONTRARIO VAI ASSORIAR TODO O LEITO E SECAR E QUEM PRECISA DA ÁGUA VAI MORRER DE SEDE.
 
Luiz Carlos Santos Messias em 24/11/2015 19:43:09
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions