ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEXTA  30    CAMPO GRANDE 

Interior

Cidade que leva nome de herói, Antônio João completa hoje 57 anos

Por Giovana Martini | 18/03/2021 11:41
Monumento em homenagem a Antônio João, o herói de guerra. (Foto: Reprodução)
Monumento em homenagem a Antônio João, o herói de guerra. (Foto: Reprodução)

De emancipação política e administrativa, a cidade de Antônio João completa hoje 57 anos, mas de história, já são oito décadas. Localizada do Sul do Estado, o município que está 279 quilômetros distante da Capital leva o nome em homenagem ao tenente considerado herói da Guerra do Paraguai, Antônio João.

O primeiro capítulo da fundação de Antônio João começou a ser escrito em 3 de dezembro de 1938, quando o italiano Eugênio Penzo, que havia adquirido terras no então estado de Mato Grosso, passou a abrir lotes e ceder para as pessoas que tivessem interesse em trabalhar sob a forma de cooperativa. Nestes lotes eram plantado arroz, milhos, feijão, amendoim, batata doce, cana de açúcar, banana, e café.

Com a chegada de novos moradores em busca de terras, o local foi ficando mais povoado até ser transformado em distrito e, mais tarde, em município.

Antônio João - O município passou a chamar assim em homenagem ao tenente Antônio João Ribeiro, que lutou na Guerra do Paraguai para defender a soberania nacional.

Considerado um dos maiores heróis do conflito, o tenente se destacou pois mesmo durante a invasão do exército inimigo, em número superior de soldados, Antônio João Ribeiro resistiu, enviando uma mensagem ao comando paraguaio, que dizia: "Sei que morro, mas meu sangue e o dos meus companheiros servirá de protesto solene contra a invasão do solo de minha Pátria". E após heroica resistência, no dia 29 de dezembro de 1864, morreu defendendo o País.

Atualmente, a cidade de Antônio João tem como principal atividade econômica o setor agropecuário.

Alguns dos atrativos turísticos do município são as atividades voltadas a observação de pinturas e gravuras rupestres em áreas indígenas, o Balneário do Bié e a Cachoeira do Salto.

Devido a pandemia, este ano não há cronograma de comemorações ao aniversário da cidade, para evitar aglomerações.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário