ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUARTA  12    CAMPO GRANDE 26º

Interior

Com mais três vítimas, Dourados tem 46 mortes pelo novo coronavírus

Entre óbitos confirmados nas últimas 24 horas está indígena de 41 anos; cidade tem 3.336 casos positivos

Por Helio de Freitas, de Dourados | 13/07/2020 12:19
Carro de funerária e viatura do Corpo de Bombeiros em frente ao Hospital da Vida (Foto: João Pires/Estado Notícias)
Carro de funerária e viatura do Corpo de Bombeiros em frente ao Hospital da Vida (Foto: João Pires/Estado Notícias)

Mais três pessoas morreram nas últimas 24 horas em decorrência do novo coronavírus em Dourados, a 233 km de Campo Grande. Com mais esses casos, o total de óbitos causados pela covid-19 na segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul chegou a 46. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, os três mortos são homens com 41, 52 e 75 anos. O maior jovem era indígena.

O homem de 52 anos tinha pneumopatia crônica foi internado na UTI do Hospital Santas Rita no dia 23. O teste positivo para covid-19 saiu no dia 29.

Outra vítima, aposentado de 75 anos, tinha asma e doença cardiovascular crônica. Começou a apresentar sintomas no dia 22 e foi internado no Hospital da Vida no mesmo dia. O laudo positivo saiu no dia 29.

O indígena kaiowá de 41 anos morava na Aldeia Bororó. Segundo a Saúde estadual, ele tinha imunodeficiência/imunodepressão e pneumopatia crônica. Apresentou sintomas no dia 17 de junho e foi internado cinco dias depois no hospital da Missão Caiuá. O teste positivo saiu no dia 6 deste mês.

Nesta segunda-feira (13), o comitê local enfrentamento à covid-19 anunciou que Dourados chegou a 3.336 casos positivos de coronavírus, sendo 47 a mais nas últimas 24 horas.

São 2.163 pessoas já consideradas recuperadas, 1.215 em isolamento domiciliar e 22 internadas, sendo 12 em enfermaria e 10 em UTI. Dezessete moradores de cidades da região, com resultado positivo para covid-19, estão internados em Dourados. Outras 44 pessoas, da cidade e da região, com suspeita de coronavírus ou com síndrome respiratória, também estão hospitalizadas.

No fim de semana a prefeitura prorrogou até sexta-feira (17) o decreto que mantém as lojas do centro fechadas no período da manhã e suspensas as cerimônias religiosas. Também vale até o dia 19 o decreto que determinou fechamento por dez dias de academias. Bares e conveniências, até essa data, só poderão funcionar por delivery ou drive-thru.