A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Outubro de 2019

24/07/2019 11:46

Com protesto, vereadores votam pedido de financiamento da prefeitura

Prefeitura quer autorização para ter acesso a R$ 35,5 milhões de crédito junto a Caixa Econômica Federal

Leonardo Rocha
Vereadores de Paranaíba durante sessão na Câmara Municipal (Foto: Câmara Municipal de Paranaíba)Vereadores de Paranaíba durante sessão na Câmara Municipal (Foto: Câmara Municipal de Paranaíba)

Os vereadores de Paranaíba, cidade que fica a 422 km da Capital, convocaram uma sessão para amanhã (25), a partir das 9h, onde vão votar o projeto de financiamento de R$ 35,5 milhões da prefeitura com a Caixa Econômica, para realização de obras, reformas e compra de maquinários. Contra o negócio, foi marcado um protesto, que vai terminar em frente à Câmara Municipal.

A assessoria da prefeitura de Paranaíba informou ao Campo Grande News que a Caixa Econômica fez um estudo nas contas do município e concedeu este valor de crédito (R$ 35,5 milhões), que vai ser liberado após apresentação de projetos.

O prefeito Ronaldo Miziara (PSDB) pretende utilizar R$ 15,5 milhões deste recurso para drenagem e pavimentação de vias públicas, assim como da área central, para evitar novos alagamentos. Outra parte será usada na compra de ônibus escolares, maquinários para Secretaria de Obras, além de outros projetos de infraestrutura.

Acontece que está sendo organizado um movimento nas redes sociais, para um protesto na cidade, que vai começar com uma carreata, com saída na Praça Central, até chegar à Câmara Municipal. A justificativa é que a proposta precisa ser mais bem debatida e este financiamento pode gerar “nova dívida” ao município.

Justificativa – A Prefeitura alega que o pagamento do financiamento terá parcela de R$ 500 mil por mês, no entanto este recurso não vai afetar as contas públicas, porque com as obras e compras, vai reduzir despesas.

Entre elas citou a economia de R$ 250 mil (mensal) com transporte escolar, R$ 180 mil com o aterro sanitário e ainda vai receber em média R$ 50 mil com o tratamento do lixo de outros municípios. Ainda mencionou aumento (arrecadação) de R$ 200 mil com IPTU, com regularização de lotes na cidade. Também afirmou que as manifestações tem “cunho político”.

Crítica – O assunto também repercutiu na sociedade civil, tanto que a 6ª Subseção da OAB (Ordem dos Advogados Brasil) de Paranaíba, emitiu uma nota contra a votação do projeto. A entidade entende que o assunto precisa ser mais bem discutido, inclusive com a realização de audiências públicas.

A entidade ainda lembrou que a própria prefeitura reclama de “dificuldades financeiras” para pagar dívidas e empréstimos feitos nas gestões anteriores. A assessoria do município revelou que o prefeito fará reunião com a OAB, para explicar melhor o projeto e as obras.

Uma das obras previstas é a reforma da UPA, que vai e tornar um prédio de saúde (Foto: Divulgação)Uma das obras previstas é a reforma da UPA, que vai e tornar um prédio de saúde (Foto: Divulgação)
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions