A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 24 de Março de 2019

15/03/2019 16:52

Contra o tráfico, operação apreende 3,5 kg de droga e prende 6 pessoas

Durante a ação, confrontos com a polícia resultaram na morte de dois dos envolvidos na operação

Liniker Ribeiro e Geisy Garnes
Drogas, armas, munições e notas de dinheiro apreendidas durante operação (Foto: Divulgação)Drogas, armas, munições e notas de dinheiro apreendidas durante operação (Foto: Divulgação)

A operação deflagrada nesta sexta-feira (15) pela Polícia Civil de Maracaju – distante 160 quilômetros da Capital – além de terminar na morte de dois envolvidos em confrontos com a polícia - apreendeu 3,5 kg de entorpecentes e prendeu 6 pessoas em flagrante por tráfico de drogas. Um adolescente também foi apreendido.

O balanço foi divulgado na tarde de hoje e aponta ainda que 6 armas foram apreendidas, sendo 3 revólveres calibre 38, 1 calibre 32, um calibre 22 e uma espingarda calibre 20. Duas das armas foram apreendidas com um jovem de 23 anos, identificado como André Cabral.

A ação, realizada em parceria com o Choque, Bope e apoio de forças policiais de Dourados, também resultou na apreensão de R$ 4.087 em dinheiro. Munições também foram encontradas, sendo 64 calibre 38 – 13 estavam deflagradas, 8 calibre 32 – 3 deflagradas; 12 calibre 357 e uma munição de fuzil 7,62mm.

Também foram apreendidos duas balanças de precisão, sete aparelhos de celulares, dois coldres e um pendrive. Ao todo, 14 mandados de busca e apreensão foram cumpridos. Todos foram expedidos após análise de materiais apreendidos na primeira fase da operação, realizada após a morte de policiais militares.

Mortes – Cicero José Campos, de 40 anos, e Nelson Maicon Ferreira Pereira, de 30 anos, foram mortos em confrontos com a polícia durante a Operação Petra 2. O primeiro se envolveu em confronto com a equipe do Choque. Segundo o comandante, tenente-coronel Marcus Vinicíus Pollet, uma das armas foi apreendida com ele.

Segundo ele, Cícero estava em uma quitinete, quando os policiais chegaram anunciando a ação. No local, seria cumprido um dos mandados de busca e apreensão, mas o envolvido teria xingado a equipe e feito ameaças. “Se vocês entrarem aqui, vão levar tiro”, disse o rapaz, conforme o comandante.

Os policias entraram mesmo assim e, logo que passaram pela porta, três tiros foram efetuados contra a equipe. Após revidarem, Cícero foi atingido. Ele chegou a ser levado para a Santa Casa de Maracaju, mas não resistiu aos ferimentos. Embaixo do colchão foram encontrados munições e um coldre. Cícero e Nelson já tinham passagens pela polícia por homicídio.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions