A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Outubro de 2019

04/01/2018 15:51

Cruz Vermelha de MS arrecada doações para desabrigados de Porto Murtinho

Município foi atingido por enxurradas e alagamentos com as chuvas dos últimos dias; entidade realiza força-tarefa para arrecadar donativos com ênfase em materiais de higiene básica

Humberto Marques
Ruas de Porto Murtinho foram tomadas por enxurradas, deixando famílias desabrigadas e desalojadas. (Foto: Toninho Ruiz/Arquivo)Ruas de Porto Murtinho foram tomadas por enxurradas, deixando famílias desabrigadas e desalojadas. (Foto: Toninho Ruiz/Arquivo)

A filial de Mato Grosso do Sul da Cruz Vermelha Brasileira lançou campanha para arrecadar doações para desabrigados de Porto Murtinho –a 431 km de Campo Grande–, atingidos pelas fortes chuvas que atingiram o município. Trata-se da primeira ação da entidade em 2018.

No município, conforme a Defesa Civil estadual, o alagamento de casas no bairro Cohab e na região do Quilômetro 6 prejudicou cerca de 600 pessoas, que estão desabrigadas ou foram desalojadas das suas casas. Cestas básicas, colchões, cobertores e travesseiros já foram encaminhados pelo Estado.

“Pelas tratativas que tivemos com o prefeito de Porto Murtinho e com a Defesa Civil, a necessidade de alimentos, ao menos por ora, está resolvida”, afirmou Tácito Nogueira, presidente da Cruz Vermelha no Estado, por meio da assessoria da instituição. “Vamos focar na doação de material de higiene básica, itens que são deixados de lado, mas que são imprescindíveis para o dia a dia, visando a manter as pessoas em condições básicas de higiene, portanto, de saúde”.

Mesmo não sendo consideradas urgentes, doações de alimentos, roupas e materiais de limpeza são bem-vindas. A lista de itens sugeridos inclui papel higiênico, escova e pasta de dentes, sabonete, xampu, pente, barbeador, absorventes higiênicos, água mineral, leite em pó, alimentos não perecíveis (arroz, feijão, café, fubá, óleo, enlatados e cereais de milho), vassouras, rodos, baldes, pás, panos de chão, água sanitária, desinfetante, detergente, sabão em pó, esponja e palha de aço e sacos de lixo de 100 litros.

A Cruz Vermelha está aberta em horário excepcional desta quinta-feira (4) até o dia 12 de janeiro, das 9h às 20h, para receber e organizar os donativos. A entidade funciona na rua Barão de Melgaço, 58, em frente a Praça do Imigrante (no Centro da Capital).

Cohab e Quilômetro 6 foram as regiões mais atingidas em Porto Murtinho. (Foto: Defesa Civil Estadual/Arquivo)Cohab e Quilômetro 6 foram as regiões mais atingidas em Porto Murtinho. (Foto: Defesa Civil Estadual/Arquivo)

Alternativas – A entidade também disponibilizou um link para dar informações sobre locais de doação. Para quem não mora em Campo Grande ou prefere contribuir em dinheiro, a entidade disponibilizou uma conta no Pag Seguro para a ação, por meio do endereço https://pag.ae/bcqlsX3.

“Tudo que for doado, tanto em dinheiro quanto em materiais, será devidamente contabilizado e divulgado em tempo real em nosso site e redes sociais”, afirmou o presidente da entidade.

Interior – “Estamos buscando parceria com outras entidades para a recepção de doações. Nesta hora, todos são convidados a ajudar: igrejas, centros comunitários, empresas. A solidariedade tem de vir de todos os lados”, reiterou Tácito.

A Cruz Vermelha estadual também está em contato com prefeitos de outros municípios em situação de emergência, a fim de oferecer suporte em caso de famílias desabrigadas ou desalojadas.

A Defesa Civil de Mato Grosso do Sul totaliza 11.326 pessoas afetadas de alguma forma pelas chuvas. Em 13 municípios, os prefeitos já decretaram situação de emergência: Coronel Sapucaia, Deodápolis, Batayporã, Novo Horizonte do Sul, Itaquiraí, Japorã, Eldorado, Rio Verde de Mato Grosso, Miranda, Bataguassu, Porto Murtinho, Sete Quedas e Tacuru.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions