ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEGUNDA  21    CAMPO GRANDE 18º

Interior

Defesa Civil nacional reconhece situação de emergência no Pantanal

Em Mato Grosso do Sul são 4.651 focos de calor registrados entre 1° de janeiro e 4 de agosto

Por Clayton Neves | 06/08/2020 06:26
Densa cortina de fumaça em área incêndiada próximo ao Rio Paraguai, no Pantanal de MS (Foto: Thainan Bornato)
Densa cortina de fumaça em área incêndiada próximo ao Rio Paraguai, no Pantanal de MS (Foto: Thainan Bornato)

A Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil reconheceram situação de emergência em Corumbá e Ladário por causa dos incêndios florestais que atingem a região do Pantanal sul-mato-grossense. A Portaria foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (6) e deve garantir mais recursos para o combate ao fogo.

Em Mato Grosso do Sul são 4.651 focos de calor registrados entre 1° de janeiro e 4 de agosto. Em comparação com o mesmo período do ano passado há aumento de 84%.

Por causa da situação, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) já havia declarado estado de emergência ambiental por 180 dias, desde então, a região recebeu equipes do Ministério do Meio Ambiente e das Forças Armadas, inclusive, com aeronave e helicópteros da União.

Autorização para queimadas controladas também estão suspensas no Estado.

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

O clima também não tem contribuído. Não há previsão de chuva para a região e nem para Mato Grosso do Sul para os próximos dias. Pelo contrário, a estimativa é de calor de até 35ºC e sol com poucas nuvens.

Na segunda-feira (3), a Operação Pantanal II precisou intensificar as ações de combate as queimadas em vegetação no Parque Nacional do Pantanal, na divisa com Mato Grosso, após mais de dez dias de trabalho consecutivos com mais de 300 militares e civis e cinco aeronaves.

Em outra frente, policiais militares ambientais visitaram no fim de semana os ribeirinhos do Rio Paraguai, alertando moradores sobre os perigos com pequenos focos de incêndio, principalmente com a queimada para limpeza de áreas de lavoura e pastagem.

Ontem, as queimadas no Pantanal sul-mato-grossense atingiram ponte de madeira, na Estrada Parque, região forte no turismo. A estrutura ficou danificada pelo fogo, interrompendo o tráfego de veículos.

Corumbá registrou na terça e quarta 242 focos de calor. Foram 4.977 pontos de calor registrados neste ano somente no Pantanal de MS e MT, 3.161 somente em Corumbá, líder no número de focos por município, de acordo com o Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais).