A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 17 de Setembro de 2019

19/08/2019 23:57

Envolvido em decapitação é preso em ação que apreendeu drogas e dinheiro

Membro do PCC, Charles Wanderson Gonçalves de Matos estava foragido desde o ano passado

Adriano Fernandes
Dinheiros, drogas e outros objetos apreendidos durante a operação. (Foto: Diário Corumbaense) Dinheiros, drogas e outros objetos apreendidos durante a operação. (Foto: Diário Corumbaense)
Charles Wanderson Gonçalves de Matos era membro do PCC. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)Charles Wanderson Gonçalves de Matos era membro do PCC. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Operação entre as polícias federal, militar e rodoviária federal em conjunto com a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) prendeu foragidos da justiça, aprendeu armas, drogas e R$ 27 mil em dinheiro nesta segunda-feira (19)nas cidades de Corumbá e Ladário, que ficam a cerca de 419 quilômetros de Campo Grande.

Entre os presos está o integrante da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) Charles Wanderson Gonçalves de Matos, de 27 anos, conhecido como “Mata Rindo”, é acusado de envolvimento na decapitação de Márcio Lucas Preza Libanio, de 21 anos, 16 de outubro de 2018.

O corpo de Márcio Lucas foi encontrado em uma área próximo à ladeira Dona Emília, no bairro Beira Rio, em Corumbá. Também foram presos Thayná Gomes Modesto, de 24 anos, e outros três homens: Luciano Ferreira Miranda, de 32 anos, Jackson Luiz Costa Rosa, de 28, e
Jamilson Pereira do Carmo, de 42 anos.

Luciano Miranda era procurado por roubo e Jackson por evasão do sistema prisional. Já na casa de Jamilson no Loteamento Pantanal em Corumbá a força tarefa encontrou exatos R$ 27.660,00.Com ele, ainda foram apreendidas duas armas de fogo, uma delas revólver calibre 38 - com capacidade para cinco munições - e nove munições intactas do mesmo calibre.

Já Thayná Modesto, foi presa em ônibus que fazia o itinerário Corumbá/Campo Grande por tráfico de drogas. Ela engoliu 50 cápsulas de cocaína e viajaria para Roma, na Itália, ainda conforme o site Diário Corumbaense.

Kratos - As diligências desta segunda-feira (19) são desdobramentos da Operação Kratos, deflagrada em maio deste ano para desarticular quadrilhas que atuam no tráfico internacional de drogas e lavagem de dinheiro. Desde então, além das apreensões de drogas, também foram cumpridos mandados em cidades como Ponta Porã, Aral Moreira e na própria Capital.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions