A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 21 de Agosto de 2019

18/12/2018 08:39

Estudante paraguaia é presa acusada de ajudar na fuga de membros do PCC

Mulher de 18 anos foi presa nesta madrugada em Assunção; ela confessou ter levado ao presídio o carro usado na fuga

Helio de Freitas, de Dourados
Policiais conduzem estudante paraguaia presa por ajudar na fuga de brasileiros (Foto: ABC Color)Policiais conduzem estudante paraguaia presa por ajudar na fuga de brasileiros (Foto: ABC Color)

Uma estudante paraguaia de 18 anos de idade foi presa na madrugada desta terça-feira (18) em Assunción, capital do Paraguai, por ter ajudado na fuga de dois membros da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital).

A estudante Yennifer Alodia Monges Chaparro confessou ter dirigido o carro levado até o quartel da Agrupación Especializada – grupo de elite da Polícia Nacional – para a fuga de Thiago Ximenes, o “Matrix”, e Reinaldo de Araújo.

Condenados a 20 e 26 anos de prisão em território paraguaio, os dois bandidos saíram “pela porta da frente” do quartel considerado de segurança máxima. Dezoito policiais paraguaios, entre eles os dois comissários que chefiavam a Agrupación Especializada, estão presos por suspeita de facilitarem a fuga.[

Ao jornal ABC Color, o Comissário Gilberto Fleitas, chefe do Departamento Contra o Crime Organizado da Polícia Nacional disse que a estudante confessa ter levado até o quartel o Toyota Vitz preto, usado pelos brasileiros. Eles fugiram no sábado (15), mas a fuga só foi descoberta na noite de domingo.

Yennifer Chaparro foi presa em uma casa localizada em um bairro de classe média alta da capital. O carro usado na fuga foi apreendido na casa.
A estudante admitiu que resgatou e escondeu em seu apartamento os dois bandidos do PCC. A polícia considera o depoimento dela uma peça-chave para localizar o paradeiro dos brasileiros.

De acordo com policiais paraguaios, Yennifer é namorada de Sergio Ramírez, bandido paraguaio preso na Agrupación Especializada. A estudante confessou que seu companheiro entrou em contato com ela por telefone celular no sábado e pediu para buscar seus “amigos”.

Ela contou que encontrou os dois nos arredores do presídio, sujos e sem camisa e os levou para seu apartamento. A estudante está presa.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions