A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

03/12/2015 19:03

Governo decreta situação de emergência em 14 municípios afetados pelas chuvas

Caroline Maldonado
Estradas ficaram intransitáveis no interior do Estado (Foto: Divulgação/Cedec)Estradas ficaram intransitáveis no interior do Estado (Foto: Divulgação/Cedec)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) assinou na tarde de hoje (3) decreto que reconhece situação de emergência em 14 municípios atingidos pelas chuvas, nas últimas semanas. A decisão será publicada amanhã no DOE (Diário Oficial do Estado) para que as cidades possam receber recurso do Governo Federal para reconstrução de obras danificadas.

O decreto abrange Tacuru, Naviraí, Itaquiraí, Aral Moreira, Coronel Sapucaia, Amambai, Iguatemi, Sete Quedas, Paranhos, Caarapó, Juti, Novo Horizonte do Sul, Japorã e Eldorado.

Nesses municípios, pontes, rodovias, galerias e dutos foram destruídos ou danificados parcialmente. Em Mundo Novo também houve estragos, mas a prefeitura ainda não decretou situação de emergência. Segundo a Defesa Civil, ficaram danificadas 24 pontes e 43 foram destruídas. 

O Governo do Estado tem 10 dias após a publicação do decreto para entregar à Sedec (Secretaria Nacional de Defesa Civil) um requerimento pedindo o reconhecimento federal na situação de emergência dos municípios. Com isso, o Estado informa o valor necessário para reverter a situação.

Ontem (2), a Defesa Civil se reuniu com prefeitos para levantar informações sobre os estragos. “Com os dados dos municípios, iremos fazer o levantamento geral dos estragos para encaminhar ao Governo Federal”, explicou o coordenador adjunto da Cedec (Coordenadoria Estadual de Defesa Civil), tenente-coronel Adriano Rampazo.

Conforme o Governo do Estado, não há prazo estipulado para que a Secretaria Nacional avalie o possível reconhecimento da situação de emergência para encaminhamento de verba federal a Mato Grosso do Sul.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions